Domingo, 02 de Maio de 2010

publicado por Ana Paula às 11:43

Domingo, 21 de Março de 2010


 

 

1 de Março - Dia da Comunidade Autónoma das Ilhas Baleares

 

Mais informações neste post.

 

1 de Março às 18h30 - Mesa Redonda "O Livro é isto"

 

Este ano, como vem sucedendo desde 2005, as Correntes d’Escritas regressam a Lisboa para mais uma sessão no Instituto Cervantes.

 

Participam: Germano de  Almeida (Cabo Verde), Héctor Abad Faciolince (Colômbia), Ricardo Manéndez Salmón (Espanha) e Tânia Ganho (Portugal)

Modera: Pedro Teixeira Neves (Portugal)

 

2 de Março às 18:30h - El último truco de Emilio Ruiz del Rio

 


 

Este documentário revela os melhores segredos da arte de Emilio Ruiz del Río, ao longo dos seus mais de 500 filmes e documentários. Na elaboração do seu trabalho recorreu a várias alternativas: cristais pintados, cristais combinados com espelhos, maquetas pintadas em chapa de aluminio y maquetas corpóreas, fixas bem como móveis (comboios, pontes, barcos). Directores como David Lynch, Richard Lester, Charlton Heston, Enzo Castellari, Fernando Trueba o Guillermo del Toro contaram com o seu trabalho para filmes como 'Dune', 'Conan el Bárbaro', 'La niña de tus ojos' o 'El laberinto del fauno'.

 

Até 3 de Março - Exposição: "Imágenes escritas"

 

A mostra fotográfica comemora os 33 anos do Prémio de Literatura em língua castelhana Miguel de Cervantes, a partir de um roteiro que percorre a figura dos escritores galardoados até ao momento: de Jorge Guillén a Juan Marsé.  As imagens pertencem aos fundos do arquivo do diário EL PAÍS

A exposição poderá ser visitada de: Segunda a Quinta das 9h às 20h;

Sexta das 9h às 18h; Sábado das 9h às 12h

 

9 de Março às 18:30h - Palmarés 2000-2009 – 10 anos de ANIMADRID.

Uma Selecção de curtas-metragens espanholas galardoadas no Festival Internacional de imagem Animada.

 

ANIMADRID é um dos festivais internacionais de animação mais importantes da Europa sendo um ponto de encontro fundamental para especialistas e aficionados do melhor cinema de animação do mundo. O Festival é organizado pela Câmara Municipal de Pozuelo de Alarcón e a Comunidad de Madrid. Para mais informações em pdf clique aqui.

 

10 de Março às 18:30h - CONFERÊNCIA: A Constituição Espanhola. Desenvolvimento de uma Sociedade Democrática


Pronunciada por Raúl Morodo, Catedrático de Direito Político.

O acto contará com a participação de Mário Soares, ex-Presidente da República de Portugal e de Alberto Navarro, Embaixador de Espanha em Lisboa.

 

A conferência é organizada por ocasião da inauguração da exposição

Olhares da História - Da constituição aos nossos dias. Comissariada por Manuel Pérez Barriopedro, Premio Nacional de Periodismo Gráfico.

 



A mostra é uma compilação de fotografias que retratam a vida de política espanhola desde o ano de 1977 até aos nossos dias. Mais de metade do material é inédito e nunca tinha sido exibido antes. Algumas das imagens têm um notável valor histórico, como a fotografia dos intervenientes na redacção da Constituição no Paradoe de Gredos (Ávila), tirada por um dos empregados de mesa. A exposição aproxima o público a cenas da vida quotidiana de rostos tão conhecidos da vida política espanhola como Adolfo Suárez, Felipe González, José María Aznar, José Luis Rodríguez Zapatero e os Reis de Espanha, entre outros.

 

A exposição poderá ser visitada de: Segunda a Quinta das 9h às 20h;

Sexta das 9h às 18h; Sábado das 9h às 12h

 

16 de Março às 18:30h - Invisibles




Esta é mais uma história entre muitas outras. Uma aproximação daquelas pessoas que residem no nosso esquecimento. Um desejo de dar voz àqueles que ficaram mudos pela indiferença e uma humilde homenagem a essas outras pessoas que nunca separaram o seu olhar deles. Mas este documentário deriva sobretudo da vontade de cinco realizadores tornarem visíveis os seus verdadeiros protagonistas - aqueles que continuamos a “olhar” invisíveis.


19 de Março às 18h - Encontro Coral



O Instituto Español Giner de los Rios realiza um Encontro Coral com a participação do Coro B.P.I. de Lisboa, dirigido por José Eugénio Vieira, o Coro do Instituto María Guerrero de Collado Villalba sob a direcção de Carina Brezzi e o Coro Giner de Los Ríos de Lisboa conduzido por Concha Vilches.


23 de Março às 18:30 - DE PROFUNDIS

 

 

Longa-metragem de animação com base em pinturas a óleo. O filme narra a história de uma jovem mulher violoncelista que vive numa casa junto à praia, esperando pelo seu amor, um pintor apaixonado pelo mar que foi procurar os mistérios das profundezas.

 

24 e 25 de Março às 18h00 - Jornadas  Lisboa, Porto de Saída

 

 

Evento organizado em homenagem a todas aquelas pessoas, conhecidas ou anónimas que, motivadas pela solidariedade, arriscaram a vida ou a carreira profissional por ajudar os seus semelhantes. Os factos relembrados aconteceram durante dois conflitos bélicos do século XX: a II Guerra Mundial e a Guerra Civil Espanhola, e as pessoas evocadas são o Cônsul português Aristides de Sousa Mendes, o médico espanhol Eduardo Martínez Alonso, o casal anglo – espanhol Gerassi, durante a II Guerra Mundial; o Tenente da GNR António Augusto de Seixas e a vila de Barrancos durante a Guerra Civil Espanhola. É também uma homenagem à cidade de Lisboa. Foi o seu porto neutral, uma porta aberta, pela qual fugiram de uma morte segura milhares de refugiados de guerra, levando com toda a certeza nos seus olhares, um pouco da cálida luz lisboeta.

 


 

I Jornada Dia 24 às 18h

Mesa Redonda - Palavras de abertura por Maria de Jesus Barroso

 

Com a participação de:

Miriam Assor: A ética Imortal do Advogado da Humanidade

Patrícia Martínez de Vicente: la Portela, un Paraíso Fronterizo

Patrick Gerassi: La Contribución de mis Padres en la Organización de Redes de Escape

 

Concluída a mesa redonda, realizar-se-á uma visita, comentada por Patrícia Martínez a uma pequena exposição de documentos originais e objectos pessoais do médico Eduardo Martínez. 


 

II Jornada Dia 25 às 18h

Mesa Redonda - Os Refugiados de Barrancos

 

Com a participação de:

Maria Dulce Simões, Antropóloga

António Pica Tereno, Presidente da Câmara de Barrancos

Ángel Hernández García, co-realizador

 

Posteriormente à mesa redonda seguir-se-á a projecção do documentário “Os Refugiados de Barrancos”

 

Setembro de 1936. Os últimos redutos republicanos situados junto à fronteira portuguesa são conquistados pelas tropas do General Franco. A repressão desencadeada é brutal e centenas de pessoas decidem passar a fronteira. O procedimento das autoridades portuguesas é entregá-las aos franquistas. Porém graças à intervenção do Tenente da Guarda Nacional Republicana, António Augusto Seixas, são criados dois campos de refugiados perto de Barrancos onde são alojados e protegidos.


Instituto Cervantes 

Rua Sta. Marta, 43 F- R/C

1169-119 Lisboa

Tlf: (+351) 21 310 50 20

Fax: (+351) 21 315 22 99

cenlis@cervantes.es

publicado por Ana Paula às 17:16

Segunda-feira, 22 de Fevereiro de 2010



2 de Fevereiro às 18:30 - "8 Citas" de Peris Romano e Rodrigo Sorogoyen




O filme mostra um mosaico costumbrista, em tom de comédia, de oito situaçoes de encontros amorosos. Como toda a gente sabe, o amor é algo que nasce sem dar conta, ataca os nervos, marca um antes e um depois, implica conhecer mais pessoas, muda a vida, torna-se monótono, termina e dói, dói sempre . Trata-se de um guião ágil e muito bem interpretado.


3 de Fevereiro a 3 de Março - Exposição: "Imágenes escritas"


 

A mostra fotográfica comemora os 33 anos do Prémio de Literatura em língua castelhana Miguel de Cervantes, a partir de um roteiro que percorre a figura dos escritores galardoados até ao momento: de Jorge Guillén a Juan Marsé.  As imagens pertencem aos fundos do arquivo do diário EL PAÍS

 

A exposição poderá ser visitada de: Segunda a Quinta das 9h às 20h;

Sexta das 9h às 18h; Sábado das 9h às 12h

 

3 de Fevereiro às 18:30 - Mesa Redonda de Homenagem aos Prémios Cervantes: Francisco Ayala


Francisco Ayala (Granada, 1906-Madrid, 2009), Prémio Cervantes (1991) e Prémio Príncipe das Asturias das Letras (1998), foi até há muito pouco tempo a última testemunha viva da Geração de 27. Cultivou diferentes géneros literários, destacando o romance e o ensaio. Estudou Sociologia Política e Sociologia Geral na Alemanha e foi catedrático na Universidade de Madrid. Durante a Guerra Civil esteve do lado da causa republicana, motivo do seu posterior exílio, primeiro na Argentina, depois no Brasil, Porto Rico e EUA. Foi também editor e destacado tradutor.

 

9 de Fevereiro às 18:30h - La VERGÜENZA  de David Planell




Pepe e Lucía não suportam Manu. Têm tentado de tudo, mas é inútil: o menino que adoptaram há menos de um não os seduz, não o integram e com ele não se relacionam, assim decidem devolvê-lo. Mais tarde dar-se-ão conta que o preço a pagar por esta decisão é demasiado alto.

 

23 de Fevereiro às 18h - 25 KILATES de Patxi Amezcua

 



A grande cidade é o habitat perfeito para traficantes, vigaristas, ladrões, assassinos, bandidos e policiais corruptos. Abel é um homem solitário que se dedica à cobrança de dívidas com métodos um pouco ortodoxos mas eficazes. Kay é uma jovem que se dedica a roubar carros e comete pequenos delitos. O seu pai Sebas, sempre se meteu em problemas, dívidas e jogos pouco lícitos para acertos de contas. Garro, um inspetor do esquadrão anti-roubo de honestidade duvidosa. Ladrões kosovares. Bandidos mexicanos. Um atirador turco... Em suma, um colorido quadro de criminosos na selva do que é a grande cidade... Todos cansados com a vida que levam. Todos ansiosos para ou golpe final, ou o grande golpe ... Uma mão cheia de jóias pode ser a solução.

 

Mais informação neste PDF.

 

Instituto Cervantes 

Rua Sta. Marta, 43 F- R/C

1169-119 Lisboa

Tlf: (+351) 21 310 50 20 

Fax: (+351) 21 315 22 99

cenlis@cervantes.es

publicado por Ana Paula às 12:00

Quarta-feira, 27 de Janeiro de 2010

Uma Massa Crí­tica (MC) é um passeio no meio da cidade feito em transportes não poluentes. Realiza-se sempre na última sexta-feira de cada mês às 18h00, partindo de um local pré-determinado.

 


As MC também são conhecidas nos países lusófonos como bicicletadas porque a maioria dos participantes desloca-se em bicicleta. O termo Massa Crítica é mais apropriado porque encoraja-se a participação de pessoas que se deslocam de outras formas não-poluentes: patins, skate, trotinete, etc.

Para lá das motivações pessoais de cada participante, a MC é uma coincidência organizada de cidadãos unidos pelo interesse em celebrar formas de transporte não poluentes e mais sustentáveis a longo prazo do que o automóvel ou outros veículos dependentes de energias não renováveis.

 

 

Aveiro - Encontro às 18h30 e saída às 19h, no Forum Aveiro;
Coimbra - Encontro: Largo da Portagem, junto à estátua do Mata Frades;
Lisboa - Encontro das 18h às 19h: Marquês Pombal - Parque Eduardo VII;

Porto - Concentração na Praça dos Leões.

 

Visite a Massa Crítica no Facebook

 

Informação retirada do site da Massa Crítica - Portugal

 

publicado por Ana Paula às 10:26

Quinta-feira, 07 de Janeiro de 2010

 

NUESTROS SILENCIOS de Rivelino - Exposição de arte pública

Uma co-produção Câmara Municipal de Lisboa/Embaixada do México

Inauguração: 23 Novembro às 18h na Praça do Marquês de Pombal

publicado por Ana Paula às 13:03

Quarta-feira, 16 de Dezembro de 2009

 

Visite a Massa Crítica no Facebook

 

Informação retirada do site da Massa Crítica - Portugal

publicado por Ana Paula às 10:34

Sexta-feira, 27 de Novembro de 2009

Uma Massa Crí­tica (MC) é um passeio no meio da cidade feito em transportes não poluentes. Realiza-se sempre na última sexta-feira de cada mês às 18h00, partindo de um local pré-determinado.

 


As MC também são conhecidas nos países lusófonos como bicicletadas porque a maioria dos participantes desloca-se em bicicleta. O termo Massa Crítica é mais apropriado porque encoraja-se a participação de pessoas que se deslocam de outras formas não-poluentes: patins, skate, trotinete, etc.

Para lá das motivações pessoais de cada participante, a MC é uma coincidência organizada de cidadãos unidos pelo interesse em celebrar formas de transporte não poluentes e mais sustentáveis a longo prazo do que o automóvel ou outros veículos dependentes de energias não renováveis.

 

 

Aveiro - Encontro às 18h30 e saída às 19h, no Forum Aveiro;
Coimbra - Encontro: Largo da Portagem, junto à estátua do Mata Frades;
Lisboa - Encontro das 18h às 19h: Marquês Pombal - Parque Eduardo VII;

Porto - Concentração na Praça dos Leões.

 

Visite a Massa Crítica no Facebook

 

Informação retirada do site da Massa Crítica - Portugal

publicado por Ana Paula às 01:14

Sexta-feira, 30 de Outubro de 2009

Uma Massa Crí­tica (MC) é um passeio no meio da cidade feito em transportes não poluentes. Realiza-se sempre na última sexta-feira de cada mês às 18h00, partindo de um local pré-determinado.


As MC também são conhecidas nos países lusófonos como bicicletadas porque a maioria dos participantes desloca-se em bicicleta. O termo Massa Crítica é mais apropriado porque encoraja-se a participação de pessoas que se deslocam de outras formas não-poluentes: patins, skate, trotinete, etc.

Para lá das motivações pessoais de cada participante, a MC é uma coincidência organizada de cidadãos unidos pelo interesse em celebrar formas de transporte não poluentes e mais sustentáveis a longo prazo do que o automóvel ou outros veículos dependentes de energias não renováveis.

 

 
Aveiro - Encontro às 18h30 e saída às 19h, no Forum Aveiro;
Coimbra - Encontro: Largo da Portagem, junto à estátua do Mata Frades;
Lisboa - Encontro das 18h às 19h: Marquês Pombal - Parque Eduardo VII;

Porto - Concentração na Praça dos Leões.

 

Informação retirada do site da Massa Crítica - Portugal

publicado por Ana Paula às 13:09

Quarta-feira, 26 de Agosto de 2009

Uma Massa Crí­tica (MC) é um passeio no meio da cidade feito em transportes não poluentes. Realiza-se sempre na última sexta-feira de cada mês às 18h00, partindo de um local pré-determinado.

As MC também são conhecidas nos países lusófonos como bicicletadas porque a maioria dos participantes desloca-se em bicicleta. O termo Massa Crítica é mais apropriado porque encoraja-se a participação de pessoas que se deslocam de outras formas não-poluentes: patins, skate, trotinete, etc.

Para lá das motivações pessoais de cada participante, a MC é uma coincidência organizada de cidadãos unidos pelo interesse em celebrar formas de transporte não poluentes e mais sustentáveis a longo prazo do que o automóvel ou outros veículos dependentes de energias não renováveis.
 
 
Próxima Massa Crítica dia 28 de Agosto das 18h às 20:30
 
Aveiro - Encontro no Forum Aveiro, ao lado da Capitania;
Coimbra - Encontro: Largo da Portagem, junto à estátua do Mata Frades;
Lisboa - Encontro: Marquês Pombal, no início do Parque Eduardo VII;

Porto - Concentração na Praça dos Leões.

 

Informação retirada do site da Massa Crítica - Portugal

publicado por Ana Paula às 10:44

Quinta-feira, 30 de Julho de 2009

Jacinta apresenta "Songs of Freedom" - êxitos dos anos 60, 70 e 80.

21 a 30 de Julho

BES Arte & Finança - Marquês de Pombal




O programa musical inclui célebres temas dos anos 60, 70 e 80 - de Ray Charles a Stevie Wonder passando por James Brown, Nina Simone, Bob Marley, Prince, The Beatles e U2. Os arranjos são da própria Jacinta, que será acompanhada do saxofone barítono e tenor de Paulo Gravato e do piano de Pedro Costa.


Programa

21 Jul | 3ª | das 12h às 16h
Ensaio aberto - "Songs Of Freedom" êxitos dos anos 60, 70 e 80


22 Jul | 4ª | das 12h às 16h
JACINTA Convida
Jacinta convida um músico para sessão improvisada em Duo


23 Jul | 5ª | 20h
CONCERTO - "Songs Of Freedom" êxitos dos anos 60, 70 e 80


24 Jul | 6ª | das 12h às 16h
Sessão de Coaching Musical
Jacinta orienta um ensaio de outro músico/banda enquanto "produtora musical"


27 Jul | 2ª | das 12h às 16h
Workshop de Jazz Vocal (número máximo de 10 participantes)


28 Jul | 3ª | das 12h às 16h
Ensaio ABERTO - "Songs Of Freedom" êxitos dos anos 60, 70 e 80


29 Jul | 4ª | das 12h às 16h
Sessão de Coaching Musical


30 Jul | 5ª | 20h
CONCERTO - "Songs Of Freedom" êxitos dos anos 60, 70 e 80


Evento visto na revista Time Out.
Informação retirada do site do
BES.

publicado por Ana Paula às 12:04

Quarta-feira, 22 de Abril de 2009

Uma Massa Crí­tica (MC) é um passeio no meio da cidade feito em transportes não poluentes. Realiza-se sempre na última sexta-feira de cada mês às 18h00, partindo de um local pré-determinado.

As MC também são conhecidas nos países lusófonos como bicicletadas porque a maioria dos participantes desloca-se em bicicleta. O termo Massa Crítica é mais apropriado porque encoraja-se a participação de pessoas que se deslocam de outras formas não-poluentes: patins, skate, trotinete, etc.

Para lá das motivações pessoais de cada participante, a MC é uma coincidência organizada de cidadãos unidos pelo interesse em celebrar formas de transporte não poluentes e mais sustentáveis a longo prazo do que o automóvel ou outros veículos dependentes de energias não renováveis.
 

Próxima Massa Crítica dia 24 de Abril das 18h às 20h

Aveiro - Início de encontro na Praça Melo Freitas (perto do Rossio).
Coimbra - Concentração no Largo da Portagem, junto à estátua do Mata Frades.
Lisboa - Concentração na Marquês Pombal, no início do Parque Eduardo VII.
Porto - Concentração na Praça dos Leões.
 

Informação retirada do site da Massa Crítica - Portugal.

publicado por Ana Paula às 16:34

Sábado, 18 de Abril de 2009

Sessão "Banco na Escola"

20 de Abril às 11h

"BES Arte & Finança" - Marquês de Pombal




No Banco da Escola é uma iniciativa do Banco Espírito Santo, em parceria com a Sociedade Portuguesa de Matemática (SPM), destinada a alunos do 3º e 4º ano do ensino básico e de âmbito nacional. Consiste fundamentalmente em sessões pedagógicas no âmbito da actividade financeira a realizar em Balcões do BES.

A sessão contará com a presença do Prof. Dr. Nuno Crato, Presidente da Sociedade Portuguesa de Matemática e o Dr. Joaquim Goes, administrador do Banco Espírito Santo.


Mais informações no site do Banco Espírito Santo.

publicado por Ana Paula às 22:38

Quarta-feira, 25 de Março de 2009

Uma Massa Crí­tica (MC) é um passeio no meio da cidade feito em transportes não poluentes. Realiza-se sempre na última sexta-feira de cada mês às 18h00, partindo de um local pré-determinado.

As MC também são conhecidas nos países lusófonos como bicicletadas porque a maioria dos participantes desloca-se em bicicleta. O termo Massa Crítica é mais apropriado porque encoraja-se a participação de pessoas que se deslocam de outras formas não-poluentes: patins, skate, trotinete, etc.

Para lá das motivações pessoais de cada participante, a MC é uma coincidência organizada de cidadãos unidos pelo interesse em celebrar formas de transporte não poluentes e mais sustentáveis a longo prazo do que o automóvel ou outros veículos dependentes de energias não renováveis.
 

Próxima Massa Crítica dia 27 de Março das 18h às 20h

Aveiro - Início de encontro na Praça Melo Freitas (perto do Rossio).
Coimbra - Concentração no Largo da Portagem, junto à estátua do Mata Frades.
Lisboa - Concentração na Marquês Pombal, no início do Parque Eduardo VII.
Porto - Concentração na Praça dos Leões.
 

Informação retirada do site da Massa Crítica - Portugal.

publicado por Ana Paula às 16:33

Quarta-feira, 25 de Fevereiro de 2009

Uma Massa Crí­tica (MC) é um passeio no meio da cidade feito em transportes não poluentes. Realiza-se sempre na última sexta-feira de cada mês às 18h00, partindo de um local pré-determinado.

As MC também são conhecidas nos países lusófonos como bicicletadas porque a maioria dos participantes desloca-se em bicicleta. O termo Massa Crítica é mais apropriado porque encoraja-se a participação de pessoas que se deslocam de outras formas não-poluentes: patins, skate, trotinete, etc.

Para lá das motivações pessoais de cada participante, a MC é uma coincidência organizada de cidadãos unidos pelo interesse em celebrar formas de transporte não poluentes e mais sustentáveis a longo prazo do que o automóvel ou outros veículos dependentes de energias não renováveis.
 

Próxima Massa Crítica dia 27 de Fevereiro das 18h às 20h

Aveiro - Início de encontro na Praça Melo Freitas (perto do Rossio).
Coimbra - Concentração no Largo da Portagem, junto à estátua do Mata Frades.
Lisboa - Concentração na Marquês Pombal, no início do Parque Eduardo VII.
Porto - Concentração na Praça dos Leões.
 

Informação retirada do site da Massa Crítica - Portugal.

publicado por Ana Paula às 01:32

Terça-feira, 24 de Fevereiro de 2009


 

16 de Fevereiro às 18:30  

 

Por ocasião da estreia da peça NASRUDIN, no Teatro da Trindade, no dia 18.

Encontro com: Pedro Álvarez-Ossorio (Encenador/Director de Teatro)  

Pedro Barbeitos e Tiago Pereira (Actores) + Apresentação de um fragmento da peça NASRUDIN

 

17 de Fevereiro às 18h

 

Correntes D´Escritas em Lisboa

Mesa Redonda - "Cada Homem é uma Língua"

 

Com a participação dos escritores: Antonio Garrido, Casimiro de Brito, Dulce Maria Cardoso, José Manuel Fajardo , Ondjaki e Vergílio Alberto Vieira (moderador)

21 de Fevereiro às 18:30 - Sala de Leitura do Centro Cultural de Belém

Café Perec - Encontro com o escritor espanhol Enrique Vila-Matas, por ocasião da estreia da peça "Literatura Portatil", adaptação de uma obra do escritor, que terá lugar no mesmo dia, às 21:00h, na Sala Ensaio do CCB.


23 de Fevereiro às 21h - Convento dos Capuchos (Almada)

 

Guitarmania. Festival Internacional de Guitarra Clássica

Concerto do guitarrista espanhol Marco Socías

 

25 de Fevereiro às 18h -  Palácio Foz (Lisboa)

Guitarmania. Festival Internacional de Guitarra Clássica 

Concerto do guitarrista espanhol Marco Socías

 

26 de Fevereiro às 18:30 -  Instituto Cervantes

 

Concerto do Coro do Instituto Español "Severo Ochoa" de Tanger (Marrocos)

 

Dirigido por Carmen Muñoz

 

O programa está composto por obras de Mancini e Serrano, anónimas antigas; populares do Brasil, Espanha e Marrocos, e espirituais negros

 

 

 

Anfitriões: Coro do Instituto Español "Giner de los Ríos" de Lisboa

 

Dirigido por Concha Vilches

O programa está composto por obras de Marzi, Villalobos, Serrat, Dubois/Vilches, e populares da Madeira e Alentejo

 

Instituto Cervantes 

Rua Sta. Marta, 43 F- R/C

1169-119 Lisboa

Tlf: (+351) 21 310 50 20 

Fax: (+351) 21 315 22 99

cenlis@cervantes.es

publicado por Ana Paula às 10:57

Quarta-feira, 18 de Fevereiro de 2009

Exposição Homenagem a Juan Gelman "El emperrado corazón amora"

De 4 de Fevereiro a 8 de Abril

Instituto Cervantes

De Segunda a Sexta das 9h às 21h

 

 

Juan Gelman. Filho de imigrantes judeus ucranianos, nasceu em Buenos Aires em 1930. Em 1948 iniciou o curso de Química, que abandonou para se dedicar ao jornalismo, à política e à poesia. Em 1955 foi membro fundador do grupo de poetas El pan duro, integrado por militantes comunistas que propunham uma poesia comprometida e popular. Em 1967 abandonou o Partido Comunista e formou o grupo Nueva Expresión e a editorial La Rosa Blindada, que difundia livros de esquerda rejeitados pelo comunismo ortodoxo. Ameaçado de morte, abandonou o seu país em 1975. Um ano depois, o seu filho e a sua nora, grávida, passam a integrar os tristemente famosos “desaparecidos” argentinos. As suas publicações no exílio reflectem o doloroso clima de derrota e perda que sufreu o autor. A sua luta por averiguar o sucedido com a sua família deu frutos: em 1990 foram descobertos os restos do filho e em 2000 encontrou no Uruguai a sua neta, Macarena.  

 

Mais informações aqui.

 

Instituto Cervantes

Rua Sta. Marta, 43 F- R/C

1169-119 Lisboa

Tlf: (+351) 21 310 50 20  

Fax: (+351) 21 315 22 99

cenlis@cervantes.es

publicado por Ana Paula às 15:25

Segunda-feira, 09 de Fevereiro de 2009

Projecção de cinema: La escopeta nacional

10 de Fevereiro às 18:30

Instituto Cervantes




Com este filme coral, Luis G. Berlanga iniciou uma trilogia cujos protagonistas são os Leguineche, uma absurda família aristocrática arruinada. Ambientada em tempos do franquismo, e dentro de um universo delirante e cheio de humor, Berlanga realiza uma feroz crítica ao clero, à alta burguesia e aos novos ricos. A história se desenvolve na quinta do Marquês de Leguineche, onde um industrial catalão organiza e patrocina uma caçada à qual assistem ministros e aristocratas do regime franquista, com o objectivo de obter ajuda para colocar a sua mercadoria no mercado nacional. Quando se dispõem a comer ficam a saber que Luis José, o maduro filho do marquês, casado com a antipática Chus, se encerrou num quarto com uma das convidadas. Chus, ao ser informada, fica furiosa e vai para casa disposta a carregar ao velho marquês com as culpas da degeneração de seu filho.


 

Instituto Cervantes

Rua Sta. Marta, 43 F- R/C

1169-119 Lisboa

Tlf: (+351) 21 310 50 20

Fax: (+351) 21 315 22 99

cenlis@cervantes.es


publicado por Ana Paula às 10:07

Sábado, 08 de Novembro de 2008

Exposição Pinturas e Desenhos 2008 de Graça Morais

De 9 de Outubro a 8 de Novembro

Galeria Diário de Notícias - Av. da Liberdade, 266

Segunda a Sexta das 12:30 às 19:30

Sábados e feriados das15h às 20h

 

publicado por Ana Paula às 00:13


Newsletter "Gratuito"

Colaboradores
Encontrar sugestão...
 
Março 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


Comentários Recentes
Olá, boa tarde. Vi a informação de sabados desport...
Muito Bom post! Sou um Verdadeiro fã de antiguidad...
Massa!
Obrigado, Clara
Vivo pertissimo de Sintra e não conhecia. Obrigado...
Parabéns pelo seu blog, muito interessante. Estou ...
Por favor, poste a data da nova festa pra gente po...
A SIMECQ-Cultura vem desejar um Feliz Natal e um N...
Como que e faço para ver tema da festa infa...
Adoro este Site e já o consulto à alguns dias a se...
Sugestões Anteriores
2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D