Domingo, 11 de Julho de 2010



Em colaboração com a Cinemateca Portuguesa, o Programa Gulbenkian Ambiente apresenta o ciclo Cinema & Ambiente. O objectivo deste ciclo de cinema é motivar uma discussão alargada com o público sobre a temática ambiental, contando para isso com o contributo de personalidades públicas de áreas diversas, convidadas para comentar os filmes.

 

PROGRAMA

15 Setembro, terça-feira,
21h30
Safe, de Todd Haynes, 1995.
Comentado por Teresa Gouveia

Realizado em 1995, Safe conta a história de Carol White, que desenvolve uma doença ambiental inexplicável, criando alergias a todo o tipo de químicos do quotidiano. Acaba por lhe ser diagnosticada a “doença do século XX”. Após a projecção, Teresa Gouveia irá lançar o debate a partir deste filme, que questiona o ambiente artificial em que vivemos.


13 Outubro,
terça-feira, 21h30
Die Wolke (“A Nuvem”), de Gregor Schnitzler, 2006.
Comentado por Inês Pedrosa

Neste filme alemão Die Wolke (“A Nuvem”), de Gregor Schnitzler, 2006,  dois jovens vivem uma relação amorosa no contexto de um acidente nuclear perto de Frankfurt que lança o pânico no país.

10 Novembro
, terça-feira, 21h30
Medicine Man (“Os Últimos Dias do Paraíso”), de John McTiernan, 1992. Comentado por Susana Fonseca, Presidente da Quercus – Associação Nacional de Conservação da Natureza.


15 De
zembro, terça-feira, 21h30
The Trigger Effect (“Efeitos na Escuridão”), de David Koepp, 1996. Comentado por Luísa Schmidt, socióloga do Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa.


Este filme ilustra o equilíbrio precário em que assenta a nossa civilização. Quando uma falha de energia com permanência atinge os habitantes dos subúrbios de uma cidade norte-americana, o caos é instalado. O filme acompanha os movimentos de um casal, a braços com um bebé e um amigo comum, forçados a lidar com os instintos mais primitivos dos que os rodeiam, motivados pelo desespero.


12 Janeiro, terça-feira, 21h30
Five, de Arch Oboler, 1951.

Comentado por Isabel Capeloa Gil, da Faculdade de Ciências Humanas da Universidade Católica Portuguesa.

 

Filme “de culto” Five, realizado em 1951 por Arch Oboler, também ele um autor americano “de culto”. Five é uma fábula moralista, que narra as consequências de uma guerra atómica e o seu efeito sobre os únicos cinco seres humanos que sobrevivem ao holocausto nuclear. Precursora do género pós-apocalíptico, Five é uma obra de ficção científica sobre a qual François Truffaut disse, aquando da sua estreia: “Filme de grande probidade, de igual sinceridade e de frescura autêntica, que impõe ao nosso espírito a noção de simpatia”.


9 Fevereiro, terça-feira, 21h30
Soylent Green (“À Beira do Fim”), de Richard Fleischer, 1973.

Comentado por Inês de Medeiros.

 

 

O ano é 2022. A super-população torna praticamente a cidade de Nova Iorque, com os seus 40 milhões de habitantes, mais de metade no desemprego, e com a alimentação reduzida a uma espécie de bolacha sintética (soylent green), uma "bomba" prestes a explodir em motins. Charlton heston é um polícia encarregado de investigar a morte de um ex-dirigente da empresa Soylent, e vai descobrir uma sinistra verdade. O último filme do grande Edward G. Robinson.


9 Março, terça-feira, 21h30
Into the Wild (“O Lado Selvagem”), de Sean Penn, 2007.

Comentado por Paula Moura Pinheiro

 

 

Baseado numa história real, o filme conta-nos o percurso do jovem Christopher McCandless (uma notável interpretação de Emile Hirsch) que após licenciar-se na Universidade de Emory, resolve desfazer-se de todos os símbolos da civilização, dando aos amigos os seus haveres e as suas economias (24 mil dólares) para obras de caridade, partindo, em seguida, à boleia, para o Alasca para viver a "vida selvagem". Uma série de encontros assinala o percurso de final trágico.


13 Abril, terça-feira, 21h30
Les Glaneurs et la Glaneuse (“Os Respigadores e a Respigadora”), de Agnès Varda, 2001. Comentado por Helena Roseta

Há os que consomem e os que reciclam. Este filme é um pitoresco e íntimo retrato da realizadora que se assume, na sua função, como os respigadores que encontra e entrevista, mostrando o papel que desempenham na luta pela sobrevivência. Saber aproveitar e utilizar o que os outros desprezam. Produtos, por um lado. A própria matéria fílmica segundo Varda.


18 Maio, terça-feira, 21h30
Wind across the Everglades (“A Floresta Interdita”), de Nicholas Ray, 1958.
Comentado por Rosalia Vargas, do Pavilhão do Conhecimento

 

Penúltimo filme de Nicholas Ray em Hollywood, antes da aventura das "produções expatriadas" na Europa, que dariam cabo da sua carreira. Trata-se também de uma obra ecologista avant la lettre. A acção passa-se nos começos do século XX e mostra a luta de um professor contra os caçadores furtivos que dizimavam certas espécies de aves cujas penas eram usadas em chapéus de luxo. Fabulosa utilização dos cenários naturais dos pântanos e cursos de água.


15 Junho, terça-feira, 21h30
Le Monde du Silence, de Jacques-Yves Cousteau e Louis Malle, 1956,
comentada por Maria Mota.

 

Óscar da Academia de Hollywood para melhor documentário e Palma de Ouro do Festival de Cannes de 1956, este filme é inspirado no livro-reportagem de Jacques-Yves Cousteau, e acompanha uma das suas expedições oceânicas, ilustrando as suas pesquisas na vida marítima e os problemas que os exploradores enfrentam nas profundidades.


O ciclo Cinema & Ambiente termina no dia
13 Julho, terça-feira, 21h30
The Happening (“O Acontecimento”), de M. Night Shyamalan em 2008, comentado por Viriato Soromenho-Marques, Coordenador Científico do Programa Gulbenkian Ambiente.

 

 

O que terá provocado a desaparição total das abelhas? Qual a razão deste "acto" surpreendente da natureza? A questão é objecto de estudo numa universidade, onde apenas se esboçam as mais variadas teorias. Mas, entretanto, outro fenómeno emerge no central Park de Nova Iorque, espalhando-se a pouco e pouco por todo o lado, atingindo as pessoas de forma trágica. Estarão os dois acontecimentos ligados?

Informação retirada do site da Fundação Calouste Gulbenkian

publicado por Ana Paula às 19:40

Domingo, 06 de Junho de 2010

O Marketing dos Grandes Eventos Desportivos

8 de Junho às 18h

ISCTE-IUL  -  Ala Autónoma - Auditório Afonso de Barros


 

 

Prof. Pedro Dionísio (Director do Mestrado Executivo de Marketing e Gestão do Desporto do ISCTE-IUL)

Moderação: Carlos Pereira (Jornalista)


Os Grandes Campeonatos de Futebol


Luís Matoso (Administrador do Euro 2004)

Ricardo Sá Pinto (Desportista participante nos Euro 96 e 2000)

 

O Rali de Portugal: uma prova do Mundial


Mafalda Moraes (Directora de Marketing do ACP, Rali de Portugal)

José Pedro Fontes (Piloto participante em vários Ralis de Portugal)

 

 

Entregamos Certificado de Participação

publicado por Ana Paula às 16:56

Quarta-feira, 02 de Junho de 2010

 

ISCTE - Avenida das Forças Armadas - Entrecampos

publicado por Ana Paula às 20:05

Domingo, 02 de Maio de 2010

publicado por Ana Paula às 13:58
Categorias: ,

Quarta-feira, 28 de Abril de 2010

COMO SE SOBREVIVE AOS AMORES E IDEAIS DA JUVENTUDE?

 


Uma voz premiada da literatura de Espanha, J. J. Armas Marcelo, autor de A Ordem do Tigre (Editorial Teorema), conversa em torno deste tema central do seu livro com Vítor Quelhas e Carlos da Veiga Ferreira.


 

Dia 30 de Abril, às 18h30, na Casa Fernando Pessoa.

 

Casa Fernando Pessoa
Rua Coelho da Rocha, nº 16

1250-088 - Lisboa Portugal

Telf: + 351 21 391 32 75

Informação do site da Casa Fernando Pessoa e do blog Mundo Pessoa.

publicado por Ana Paula às 11:53
Categorias: , ,

Domingo, 25 de Abril de 2010

No dia 20 de Maio, no auditório da Biblioteca Municipal Orlando Ribeiro, terá lugar a Reunião Nacional do Projecto Europeanalocal. Esta reunião, em formato de mesa redonda e aberta a todos os interessados, destina-se a discutir e procurar soluções para a questão da agregação de conteúdos culturais digitais, em Portugal. A mesa redonda conta com a participação de Elísio Summavielle, Secretário de Estado da Cultura; Pedro Veiga, Presidente do Conselho Executivo da Fundação para a Computação Científica Nacional (FCCN); Eloy Rodrigues, Director dos Serviços de Documentação da Universidade do Minho; José Borbinha, Professor no Instituto Superior Técnico e Investigador do Grupo de Sistemas de Informação do INES-ID. A participação é gratuita, mediante inscrição prévia, para o endereço de correio electrónico europeanalocal@fmnf.pt, até ao dia 14 de Maio.

 

Informação retirada do blog Mundo Pessoa.

publicado por Ana Paula às 23:47
Categorias: ,

Sexta-feira, 23 de Abril de 2010

A revista Ler e a Bertrand promovem um debate na primeira quinta de cada mês na loja do Chiado. À volta dos livros. Este mês, excepcionalmente, transferiu-se a conversa para o dia 23 de Abril, dia do livro. No mesmo sítio, à mesma hora (18.30h). A próxima sessão será sobre o sector e o momento que atravessa em Portugal. "Nunca se publicou tanto, já se leu mais?" Com Fernando Pinto do Amaral, o comissário do PNL, João Rodrigues, da Sextante, e Diogo Madredeus, da Cavalo de Ferro. Moderação de Anabela Mota Ribeiro.

 

Informação retirada do do site da Bertrand.

publicado por Ana Paula às 12:13
Categorias: , ,

Quinta-feira, 22 de Abril de 2010

Literatura, Música e...

 

... LIBERDADE.

 

Debate com Aldina Duarte, Arthur Dapieve e Nuno Pacheco.

 

Casa Fernando Pessoa, dia 23 de Abril pelas 18h30.

 

Moderação de Inês Pedrosa.

 

Casa Fernando Pessoa
Rua Coelho da Rocha, nº 16

1250-088 - Lisboa Portugal

Telf: + 351 21 391 32 75

Informação do site da Casa Fernando Pessoa e do blog Mundo Pessoa.

publicado por Ana Paula às 18:46
Categorias: ,

Sábado, 10 de Abril de 2010

 

ISCTE - Avenida das Forças Armadas - Entrecampos

publicado por Ana Paula às 22:03

Domingo, 21 de Março de 2010

A cidade e a escrita - escrever é o duplo de viver: Maria Gabriela Llansol

22 de Março às 18:30
Goethe-Institut em Lisboa




 




Na Casa de Sintra, que foi de Maria Gabriela Llansol (1931-2008), o Espaço Llansol (Associação de Estudos Llansolianos) continua o trabalho de classificação e tratamento digital de um imenso espólio de manuscritos e documentos inéditos. Maria Etelvina Santos e João Barrento revelam as principais novidades sobre esta (re)iluminação de uma obra aberta e inacabada.


Goethe-Institut em Lisboa 

Campo dos Mártires da Pátria, 37

 

+351 218 824 510

 

info@lissabon.goethe.org

 

Informações retiradas do site do Goethe Institut.

publicado por Ana Paula às 18:25
Categorias: ,



 

 

1 de Março - Dia da Comunidade Autónoma das Ilhas Baleares

 

Mais informações neste post.

 

1 de Março às 18h30 - Mesa Redonda "O Livro é isto"

 

Este ano, como vem sucedendo desde 2005, as Correntes d’Escritas regressam a Lisboa para mais uma sessão no Instituto Cervantes.

 

Participam: Germano de  Almeida (Cabo Verde), Héctor Abad Faciolince (Colômbia), Ricardo Manéndez Salmón (Espanha) e Tânia Ganho (Portugal)

Modera: Pedro Teixeira Neves (Portugal)

 

2 de Março às 18:30h - El último truco de Emilio Ruiz del Rio

 


 

Este documentário revela os melhores segredos da arte de Emilio Ruiz del Río, ao longo dos seus mais de 500 filmes e documentários. Na elaboração do seu trabalho recorreu a várias alternativas: cristais pintados, cristais combinados com espelhos, maquetas pintadas em chapa de aluminio y maquetas corpóreas, fixas bem como móveis (comboios, pontes, barcos). Directores como David Lynch, Richard Lester, Charlton Heston, Enzo Castellari, Fernando Trueba o Guillermo del Toro contaram com o seu trabalho para filmes como 'Dune', 'Conan el Bárbaro', 'La niña de tus ojos' o 'El laberinto del fauno'.

 

Até 3 de Março - Exposição: "Imágenes escritas"

 

A mostra fotográfica comemora os 33 anos do Prémio de Literatura em língua castelhana Miguel de Cervantes, a partir de um roteiro que percorre a figura dos escritores galardoados até ao momento: de Jorge Guillén a Juan Marsé.  As imagens pertencem aos fundos do arquivo do diário EL PAÍS

A exposição poderá ser visitada de: Segunda a Quinta das 9h às 20h;

Sexta das 9h às 18h; Sábado das 9h às 12h

 

9 de Março às 18:30h - Palmarés 2000-2009 – 10 anos de ANIMADRID.

Uma Selecção de curtas-metragens espanholas galardoadas no Festival Internacional de imagem Animada.

 

ANIMADRID é um dos festivais internacionais de animação mais importantes da Europa sendo um ponto de encontro fundamental para especialistas e aficionados do melhor cinema de animação do mundo. O Festival é organizado pela Câmara Municipal de Pozuelo de Alarcón e a Comunidad de Madrid. Para mais informações em pdf clique aqui.

 

10 de Março às 18:30h - CONFERÊNCIA: A Constituição Espanhola. Desenvolvimento de uma Sociedade Democrática


Pronunciada por Raúl Morodo, Catedrático de Direito Político.

O acto contará com a participação de Mário Soares, ex-Presidente da República de Portugal e de Alberto Navarro, Embaixador de Espanha em Lisboa.

 

A conferência é organizada por ocasião da inauguração da exposição

Olhares da História - Da constituição aos nossos dias. Comissariada por Manuel Pérez Barriopedro, Premio Nacional de Periodismo Gráfico.

 



A mostra é uma compilação de fotografias que retratam a vida de política espanhola desde o ano de 1977 até aos nossos dias. Mais de metade do material é inédito e nunca tinha sido exibido antes. Algumas das imagens têm um notável valor histórico, como a fotografia dos intervenientes na redacção da Constituição no Paradoe de Gredos (Ávila), tirada por um dos empregados de mesa. A exposição aproxima o público a cenas da vida quotidiana de rostos tão conhecidos da vida política espanhola como Adolfo Suárez, Felipe González, José María Aznar, José Luis Rodríguez Zapatero e os Reis de Espanha, entre outros.

 

A exposição poderá ser visitada de: Segunda a Quinta das 9h às 20h;

Sexta das 9h às 18h; Sábado das 9h às 12h

 

16 de Março às 18:30h - Invisibles




Esta é mais uma história entre muitas outras. Uma aproximação daquelas pessoas que residem no nosso esquecimento. Um desejo de dar voz àqueles que ficaram mudos pela indiferença e uma humilde homenagem a essas outras pessoas que nunca separaram o seu olhar deles. Mas este documentário deriva sobretudo da vontade de cinco realizadores tornarem visíveis os seus verdadeiros protagonistas - aqueles que continuamos a “olhar” invisíveis.


19 de Março às 18h - Encontro Coral



O Instituto Español Giner de los Rios realiza um Encontro Coral com a participação do Coro B.P.I. de Lisboa, dirigido por José Eugénio Vieira, o Coro do Instituto María Guerrero de Collado Villalba sob a direcção de Carina Brezzi e o Coro Giner de Los Ríos de Lisboa conduzido por Concha Vilches.


23 de Março às 18:30 - DE PROFUNDIS

 

 

Longa-metragem de animação com base em pinturas a óleo. O filme narra a história de uma jovem mulher violoncelista que vive numa casa junto à praia, esperando pelo seu amor, um pintor apaixonado pelo mar que foi procurar os mistérios das profundezas.

 

24 e 25 de Março às 18h00 - Jornadas  Lisboa, Porto de Saída

 

 

Evento organizado em homenagem a todas aquelas pessoas, conhecidas ou anónimas que, motivadas pela solidariedade, arriscaram a vida ou a carreira profissional por ajudar os seus semelhantes. Os factos relembrados aconteceram durante dois conflitos bélicos do século XX: a II Guerra Mundial e a Guerra Civil Espanhola, e as pessoas evocadas são o Cônsul português Aristides de Sousa Mendes, o médico espanhol Eduardo Martínez Alonso, o casal anglo – espanhol Gerassi, durante a II Guerra Mundial; o Tenente da GNR António Augusto de Seixas e a vila de Barrancos durante a Guerra Civil Espanhola. É também uma homenagem à cidade de Lisboa. Foi o seu porto neutral, uma porta aberta, pela qual fugiram de uma morte segura milhares de refugiados de guerra, levando com toda a certeza nos seus olhares, um pouco da cálida luz lisboeta.

 


 

I Jornada Dia 24 às 18h

Mesa Redonda - Palavras de abertura por Maria de Jesus Barroso

 

Com a participação de:

Miriam Assor: A ética Imortal do Advogado da Humanidade

Patrícia Martínez de Vicente: la Portela, un Paraíso Fronterizo

Patrick Gerassi: La Contribución de mis Padres en la Organización de Redes de Escape

 

Concluída a mesa redonda, realizar-se-á uma visita, comentada por Patrícia Martínez a uma pequena exposição de documentos originais e objectos pessoais do médico Eduardo Martínez. 


 

II Jornada Dia 25 às 18h

Mesa Redonda - Os Refugiados de Barrancos

 

Com a participação de:

Maria Dulce Simões, Antropóloga

António Pica Tereno, Presidente da Câmara de Barrancos

Ángel Hernández García, co-realizador

 

Posteriormente à mesa redonda seguir-se-á a projecção do documentário “Os Refugiados de Barrancos”

 

Setembro de 1936. Os últimos redutos republicanos situados junto à fronteira portuguesa são conquistados pelas tropas do General Franco. A repressão desencadeada é brutal e centenas de pessoas decidem passar a fronteira. O procedimento das autoridades portuguesas é entregá-las aos franquistas. Porém graças à intervenção do Tenente da Guarda Nacional Republicana, António Augusto Seixas, são criados dois campos de refugiados perto de Barrancos onde são alojados e protegidos.


Instituto Cervantes 

Rua Sta. Marta, 43 F- R/C

1169-119 Lisboa

Tlf: (+351) 21 310 50 20

Fax: (+351) 21 315 22 99

cenlis@cervantes.es

publicado por Ana Paula às 17:16

Segunda-feira, 08 de Março de 2010

publicado por Ana Paula às 10:04

Quarta-feira, 03 de Março de 2010

Dia do Tempo

7 Março das 11h00 às 20h00 (11h00 às 13h00 crianças a partir dos 6 anos)

Teatro Maria Matos

Informações úteis:

O acolhimento realiza-se por ordem de chegada e está sujeito à lotação de cada espaço. Não se efectuam reservas.
Agradecemos a todos os visitantes que sejam pontuais, de forma a não perturbar o decorrer das sessões.




O Dia do Tempo acontece num 1 dia, 9 horas, 16 espaços, com 42 temas, 58 convidados, 3 chefs, 4 professores, 1 quiromante, 20 colaboradores, 2 filmes, 1 exposição, 1 restaurante.


O Dia do Tempo é uma feira extraordinária, onde não se trocam produtos nem dinheiro, mas variadíssimos saberes sobre o Tempo, desde o conhecimento académico e científico até às experiências profissionais e pessoais mais diversas ou curiosas. Faça o seu percurso, no seu tempo, e escolha os saberes que mais lhe interessam. A manhã é dedicada à família com pequenos e grandes laboratórios para observar, pensar, escrever e construir um tempo inventado por cada um.


Manhã 11h00 às 13h00
Famílias (crianças a partir dos 6 anos)

 

Tarde 13h00 às 20h00

 

Combine as várias propostas e faça o seu próprio itinerário pelo Teatro. A cada 30 minutos iniciam-se novas apresentações e pelo caminho pode ainda visitar as sessões contínuas.

Sessões contínuas

Guardador do Tempo - Das 13h às 15h
Na sua oficina Hermínio Nunes, historiador e relojoeiro autodidacta, já salvou inúmeros relógios da inutilidade. No Dia do Tempo traz consigo um relógio de torre e mostra como funciona. Para este mestre relojoeiro “o património não é uma herança do passado, é um empréstimo do futuro!”. Palco | Livre circulação www.tictactemporis.com

 

Das 15h às 19h


Your time no YouTube
Ao escrever a palavra “tempo” no motor de pesquisa do YouTube aparecem 267.000 resultados. E quantos vídeos existirão mais sobre esse tema? Neste espaço teremos uma selecção de vídeos do YouTube relacionados com o tempo. Envie os links dos vídeos das suas escolhas para teatromariamatos@egeac.pt, que serão apresentados ao público. Ou traga o seu laptop e veja os vídeos no mmcafé, agora com internet wireless.
mmcafé | Livre circulação

24 horas. 1440 minutos. 86400 segundos (vídeo, 2010)
O tempo é uma convenção que nos permite viver colectivamente ao mesmo ritmo. Mas nem todos sentimos o relógio passar da mesma maneira. Para um corretor da Bolsa o tempo passa a correr.  E como é encarado o tempo por um vigilante de museu? Um documentário encomendado pelo Teatro Maria Matos ao realizador André Dinis Carrilho.
Balcão da sala principal | Livre circulação

One Minute Sculptures (vídeo, 47’, 1997)
Normalmente, as esculturas são feitas para a eternidade, mas o artista austríaco Erwin Wurm criou nos anos 80 e 90 uma série de esculturas de duração muito curta, usando como meios o corpo e objectos banais. Com grande sentido de humor, demonstra que “um instante não é mais importante que o outro”.
Sala principal | Livre circulação

Ganhe o seu futuro!
Acredita-se que desde o princípio da Civilização já se usava a arte de ler as mãos para conhecer o futuro. Rita Freire, profissional em Quiromância Rúnica Simbólica, desvenda o destino a partir da interpretação e análise das linhas das mãos. O futuro será revelado aos mais afortunados, seleccionados por sorteio entre os visitantes do “Dia do Tempo”.
Ponto de encontro: porta de artistas   

www.espacotarot.tripod.com 


15h

Quando nasce o tempo?
As noções de agora, ontem, hoje, antes, depois, noite, dia, quando surgem? A consciência do tempo é inata no homem? Rute Brites, docente de Psicologia na Universidade Autónoma, esclarece como e quando se desenvolve a percepção temporal na criança.
Camarim 5 | lotação: 30 lugares | 45 min

Escrever para sentir o tempo
Conceição Garcia, formadora de Escrita Criativa, propõe exercícios práticos para uma reflexão sobre como se cruza o tempo na escrita e na vida. Em dois segundos escreve-se a palavra eternidade. Com duas linhas salta-se séculos para trás e para a frente. E o presente, onde fica quando se escreve?
Espaço social | lotação: 10 lugares | 45 min   

www.escreverescrever.com

Chegar a tempo
O tempo é uma das principais condicionantes do sucesso na resposta a situações de emergência: o tempo do telefonema, o tempo do trajecto e o tempo da assistência. Luís Raimundo, médico do INEM, conta como tudo se processa para prestar socorro no mais curto espaço de tempo.
Sala de ensaios | lotação: 40 lugares | 45 min

15h30

Gerir o tempo, liderar a vida
João Matos, docente na Universidade Católica nas áreas da gestão, desvenda o mistério daquelas pessoas que parecem ter tudo sob controlo, conseguindo resultados de excelência na sua vida profissional e na sua vida pessoal. Serão sobredotadas, ou apenas pessoas normais que gerem o seu tempo de forma proactiva?
Palco | lotação: 80 lugares | 45 min

O tempo na Ficção Científica
Podemos visitar o passado? Quais seriam as consequências se pudéssemos mudar o que já passou? Podemos ir ao futuro e regressar? Os autores de ficção científica, António de Macedo, Ana Cristina Luz e José Simões, explicam que o género não tenta apenas precaver o futuro, mas também compreender o presente.
Zona técnica | lotação: 30 lugares | 45 min  
blog.simetria.org

Tempo de pedra
Se a história da terra tivesse a duração de um dia, a vida aparecia às 4h da manhã, os dinossauros reinariam entre as 23h00 e as 23h45 e o homem apareceria apenas no último minuto antes da meia-noite. A memória dos anos incontáveis está escrita em pedras e gravada em rochas. A partir do seu livro O Tempo de Pedra, o geólogo Rui Pena Reis fala sobre o tempo e os grandes eventos de transformação da Terra.
Escritório | lotação: 16 lugares | 45 min

Tudo ao mesmo tempo
Quem não passou uma tarde inteira para organizar um simples jantar para amigos em casa? Na cozinha de um restaurante, é preciso preparar, confeccionar, empratar dezenas de pratos em simultâneo, a fim de concretizar os desejos de cada cliente. Sérgio Bernardo, o responsável do restaurante in fusion no Hotel Lutécia, abre as portas da sua cozinha e demonstra in loco este processo.
Ponto de encontro: porta de artistas | lotação: 10 lugares | 45 min  

www.luteciahotel.com


16h

Desenhar em tempo real
A proposta de Bodil Eide, professora de Desenho, é desenhar com os olhos fixos no objecto, sem olhar para o papel para não recorrer à memória. O desafio é manter o foco, porque tudo o resto é inato. O desenho acontece no momento presente.
Camarim 5 | lotação: 20 lugares | 45 min

Banco de Tempo -
Troca por troca, hora por hora
Um banco igual a todos os outros com agências, cheques e depósitos, mas com a particularidade de utilizar o tempo como moeda de troca. Todos temos algo a dar e a receber. Eliana Madeira e Teresa Branco, da coordenação nacional do projecto, apresentam este conceito.
Sala de ensaios | lotação: 40 lugares | 45 min  

www.graal.org.pt


16h30

8!8!8! Contra o roubo do tempo
Pedro Penilo, artista plástico, explica a campanha de comunicação política que concebeu e lançou: 8!8!8! “Os três oitos” – tempo para trabalhar, tempo para descansar e tempo para fazer o que se quiser. A campanha exige a consagração diária destes três tempos, como vital para a dignidade e felicidade humanas. Os cartazes alusivos à campanha estarão expostos durante toda a tarde no jardim do Bairro das Estacas.
Ponto de encontro: porta de artistas | lotação: 20 lugares | 45 min  

oitooitooito.blogspot.com


Tempo quotidiano e tempo eterno no Antigo Egipto
Luís Manuel de Araújo, docente na Faculdade de Letras na área de História, revela a origem cultural do nosso calendário actual. A divisão do ano em 365 dias advém, nas suas linhas essenciais, do calendário usado no Antigo Egipto. Outro conceito egípcio que ainda hoje perdura, para além do tempo quotidiano, é o tempo da eternidade.
Palco | lotação: 80 lugares | 45 min

A experiência do Tempo na Arte Contemporânea
Marta Traquino, artista plástica, aborda o tema do tempo na Arte Contemporânea, partindo da análise de obras paradigmáticas da década de 60 e 70 do séc. XX, nas quais o tempo não é assunto de representação, mas sim “matéria-prima” na criação e fruição da obra de arte.
Zona técnica | lotação: 30 lugares | 45 min

A vários tempos
A antropóloga Tânia Teixeira faz uma comparação entre as várias percepções do tempo em diversas culturas: por exemplo, quando o governo pretende traçar um plano comunitário numa reserva Hopi geram-se conflitos, porque o “futuro” é um conceito que não existe como algo real para este povo. A compreensão dos ritmos pode integrar‑nos no seio de uma cultura ou isolar-nos como estranhos.
Espaço social | lotação: 16 lugares | 45 min

17h

Alimentos: prolongar o prazer para além do seu tempo
Há 200 anos foi inventado o enlatado de conserva: o atum conquistou o mundo. Antes, já pickles e compotas permitiam saborear a fruta de Verão em pleno Inverno. Dois cozinheiros do restaurante Entra, Pedro Marques e Pedro Duarte, reúnem alguns exemplos de métodos tradicionais de conservação e demonstram como é possível neutralizar a passagem do tempo.
Camarim 5 | lotação: 20 lugares | 45 min

Saborear o tempo... com Slow Food
Uma forma de apreciar intensamente o tempo assenta na aplicação de princípios como a lentidão, o convívio, a sazonalidade e a proximidade na nossa vida. Tendo sempre presentes aspectos como o prazer, a subjectividade e a biodiversidade, a tertúlia orientada por Victor Lamberto e André Magalhães, membros do movimento Slow Food, decorre em torno da apresentação, confecção e degustação de singulares iguarias slow.
Sala de ensaios | lotação: 25 lugares | 45 min 

www.slowfood.com


Tudo ao mesmo tempo
Quem não passou uma tarde inteira para organizar um simples jantar para amigos em casa? Na cozinha de um restaurante, é preciso preparar, confeccionar, empratar dezenas de pratos em simultâneo, a fim de concretizar os desejos de cada cliente. Sérgio Bernardo, o responsável do restaurante in fusion no Hotel Lutécia, abre as portas da sua cozinha e demonstra in loco este processo.
Ponto de encontro: porta de artistas | lotação: 10 lugares | 45 min

www.luteciahotel.com


17h30

A relatividade do tempo
Em tempos pensou-se que o tempo físico era absoluto, igual para todos. Em 1905, Einstein descobriu que o tempo é relativo. Em 1915, foi mais longe ainda, propondo que o tempo é curvo, e que a gravidade é uma manifestação dessa curvatura. O matemático José Natário explica uma teoria que permanece, até hoje, incompreensível para os comuns mortais.
Palco | lotação: 80 lugares | 45 min

O olhar dos antigos
A Astronomia é provavelmente a ciência natural mais antiga. Prova disso são as estruturas pré-históricas Stonehenge e as Pirâmides que apresentavam já alinhamentos astronómicos. A sua influência estendeu-se ainda à organização do tempo, dando origem, por exemplo, ao Calendário Maia. Uma viagem às estrelas com os astrónomos amadores Raul Mendes e Gustavo Mil-Homens, do projecto Crepusculos do Concelho.
Zona técnica | lotação: 30 lugares | 45 min

3 anos, 3 meses e 3 dias
É o tempo proposto para um retiro Tradicional de Budismo Tibetano. Num tempo definido, num espaço circunscrito, sem contacto com o mundo, são criadas as condições favoráveis para viver múltiplos tempos exteriores, interiores e possivelmente vivenciar o estado para além do tempo. Isabel Correia partilha a sua experiência em retiro e o regresso ao seu dia-a-dia.
Espaço social | lotação: 16 lugares | 45 min

O tempo nos mundos virtuais
Num mundo virtual que decorre ininterruptamente, o tempo passa como na vida real. De que forma esta se conjuga com a vida “dentro da máquina”? Seremos vulneráveis a uma distorção da percepção do tempo e das responsabilidades reais nestes ambientes? Filipe Antunes e Miguel Durão falam sobre a sua relação de dependência do jogo online World of Warcraft.
Escritório | lotação: 16 lugares | 45 min   

www.worldofwarcraft.com


Caminhar com tempo
Bodil Eide e Paulo Borges, autores do projecto Slow Mile, orientam os participantes num percurso, no bairro do Teatro, com a intenção de focar e simplificar a atenção no corpo, no espaço, no ritmo, na respiração e no fluxo de pensamentos. Um passo de cada vez.
Ponto de encontro: porta de artistas | lotação: 20 lugares | 45 min   

 slowmile.wordpress.com

 


18h00

Dar tempo à vinha e ao vinho
Em torno de uma prova de vinhos, Graça Mendonça, produtora de vinhos da Quinta dos Cozinheiros e Nadir Bensmail, gestor do bar de vinhos Os Goliardos, demonstram como os vinhos têm características diferentes consoante a idade das vinhas, o tempo de estágio e o envelhecimento. E como até o gosto tem mudado com os novos tempos.
Camarim 5 | lotação: 20 lugares | 45 min   

osgoliardos.com/blog
www.quintadoscozinheiros.com

 

O tempo do nosso bairro
O Teatro Maria Matos situa-se na zona das Avenidas Novas, uma área extensa que se transformou radicalmente durante os últimos 60 anos. Com recurso a fotografias e às memórias do Sr. José Sousa, do Sr. Fernando Moreira, do Sr. Fernando Foz e de todos os que queiram participar, revisita-se a história deste bairro. Se tiver fotografias antigas desta zona para partilhar, envie-as para teatromariamatos@egeac.pt.
Sala de ensaios | lotação: 40 lugares | 45 min

18h30

Tempo suspenso
Numa prisão, perante a exclusão do mundo exterior – e consequentemente do tempo social – como se vive o tempo, quais as flutuações e mutações da sua percepção. A ex-presidiária Liliana Pires dá o seu testemunho, em conversa com a coreógrafa Filipa Francisco, autora de um projecto de dança realizado no Estabelecimento Prisional de Castelo Branco.
Palco | lotação: 50 lugares | 45 min

Ó tempo, volta para trás?
Todos sentimos a passagem do tempo e bem sabemos que ele não volta para trás. No entanto, as leis da Física fundamental ficam (quase todas) na mesma se trocarmos o sentido da seta do tempo. O matemático João Pimentel explica como isto é possível.
Zona técnica | lotação: 30 lugares | 45 min

O tempo natural e o calendário Maia
Assim como o ar é a atmosfera do corpo, o tempo é a atmosfera da mente. Ao contrário dos calendários ocidentais, o calendário concebido pelos Maias stá sincronizado com os ciclos da Natureza, de modo a ampliar a consciência humana e a restabelecer a harmonia da vida. Jorge Maia e Elsa Santos estabelecem uma comparação entre estas duas noções temporais.
Espaço social | lotação: 16 lugares | 45 min

Tempo na Arquitectura
Uma conversa à volta do tempo, com epicentro na Arquitectura. Entre os olhares do arquitecto João Soares e do filósofo Nuno Crespo, procura-se a dose certa de desequilíbrio entre um e outro campo, à luz das questões da matéria e processo, território e percurso, templos do tempo e lugares de sincronia.

 

Escritório | lotação: 16 lugares | 45 min  

 

19h30

Dar espaço ao tempo
O Dia do Tempo termina com todos, tranquilamente sentados, numa sessão de meditação guiada por Miguel Carmo, budista praticante. Estar plenamente presente, com a mente aberta em atenção, largando o passado e o futuro, a usufruir simplesmente deste momento, do agora.
Palco | lotação: 50 lugares | 30 min

 

www.uniaobudista.pt

 

Informação retirada do site do Teatro Maria Matos

publicado por Ana Paula às 08:47

Quinta-feira, 25 de Fevereiro de 2010

Arena: O fantasma da Ópera
Primeiros Sintomas, Teatro Praga e Béla Pintér
27 Fevereiro às 17h30

MM Café - Teatro Maria Matos




Nos últimos anos, o musical tem conhecido um renascimento surpreendente em Portugal, assim como, na cena internacional. É fundamentalmente um fenómeno comercial, que obedece a um formato tradicional. Mas há criadores que optam pela implosão do género. É preciso destruir o musical para o fazer reviver? Tentamos responder a partir de três exemplos recentes: Demo – um musical do Teatro Praga, a revista Maria mata-os dos Primeiros Sintomas e o trabalho do encenador húngaro Béla Pintér.


Informação retirada do site do Teatro Maria Matos

publicado por Ana Paula às 10:34
Categorias: ,

Segunda-feira, 22 de Fevereiro de 2010



2 de Fevereiro às 18:30 - "8 Citas" de Peris Romano e Rodrigo Sorogoyen




O filme mostra um mosaico costumbrista, em tom de comédia, de oito situaçoes de encontros amorosos. Como toda a gente sabe, o amor é algo que nasce sem dar conta, ataca os nervos, marca um antes e um depois, implica conhecer mais pessoas, muda a vida, torna-se monótono, termina e dói, dói sempre . Trata-se de um guião ágil e muito bem interpretado.


3 de Fevereiro a 3 de Março - Exposição: "Imágenes escritas"


 

A mostra fotográfica comemora os 33 anos do Prémio de Literatura em língua castelhana Miguel de Cervantes, a partir de um roteiro que percorre a figura dos escritores galardoados até ao momento: de Jorge Guillén a Juan Marsé.  As imagens pertencem aos fundos do arquivo do diário EL PAÍS

 

A exposição poderá ser visitada de: Segunda a Quinta das 9h às 20h;

Sexta das 9h às 18h; Sábado das 9h às 12h

 

3 de Fevereiro às 18:30 - Mesa Redonda de Homenagem aos Prémios Cervantes: Francisco Ayala


Francisco Ayala (Granada, 1906-Madrid, 2009), Prémio Cervantes (1991) e Prémio Príncipe das Asturias das Letras (1998), foi até há muito pouco tempo a última testemunha viva da Geração de 27. Cultivou diferentes géneros literários, destacando o romance e o ensaio. Estudou Sociologia Política e Sociologia Geral na Alemanha e foi catedrático na Universidade de Madrid. Durante a Guerra Civil esteve do lado da causa republicana, motivo do seu posterior exílio, primeiro na Argentina, depois no Brasil, Porto Rico e EUA. Foi também editor e destacado tradutor.

 

9 de Fevereiro às 18:30h - La VERGÜENZA  de David Planell




Pepe e Lucía não suportam Manu. Têm tentado de tudo, mas é inútil: o menino que adoptaram há menos de um não os seduz, não o integram e com ele não se relacionam, assim decidem devolvê-lo. Mais tarde dar-se-ão conta que o preço a pagar por esta decisão é demasiado alto.

 

23 de Fevereiro às 18h - 25 KILATES de Patxi Amezcua

 



A grande cidade é o habitat perfeito para traficantes, vigaristas, ladrões, assassinos, bandidos e policiais corruptos. Abel é um homem solitário que se dedica à cobrança de dívidas com métodos um pouco ortodoxos mas eficazes. Kay é uma jovem que se dedica a roubar carros e comete pequenos delitos. O seu pai Sebas, sempre se meteu em problemas, dívidas e jogos pouco lícitos para acertos de contas. Garro, um inspetor do esquadrão anti-roubo de honestidade duvidosa. Ladrões kosovares. Bandidos mexicanos. Um atirador turco... Em suma, um colorido quadro de criminosos na selva do que é a grande cidade... Todos cansados com a vida que levam. Todos ansiosos para ou golpe final, ou o grande golpe ... Uma mão cheia de jóias pode ser a solução.

 

Mais informação neste PDF.

 

Instituto Cervantes 

Rua Sta. Marta, 43 F- R/C

1169-119 Lisboa

Tlf: (+351) 21 310 50 20 

Fax: (+351) 21 315 22 99

cenlis@cervantes.es

publicado por Ana Paula às 12:00

Quinta-feira, 11 de Fevereiro de 2010

publicado por Ana Paula às 13:13


Super Disco #6 - DJ Ride
sábado 13 Fevereiro 18h30

MM Café - Teatro Maria Matos




Inicialmente conhecido como DJ e produto r de hip hop, DJ Ride procura hoje navegar mais na margens do movimento do que seguir a corrente dominante. Escolheu "Endtroducing" de DJ Shadow (1996): os métodos de produção e escolha de samples ainda inspiram Ride, que nos explicará também como vê no género contemporâneo chamado Wonky a herança do psicadelismo então recuperado por Shadow.


Apoio: Rádio Oxigénio e MK2


Informação retirada do site do Teatro Maria Matos

publicado por Ana Paula às 11:53
Categorias: , ,


 

Informação retirada do site do Museu da Cidade.

publicado por Ana Paula às 09:45
Categorias: ,

Terça-feira, 09 de Fevereiro de 2010

"O direito internacional e a ocupação israelita dos territórios palestinianos: Evidências e desafios"
 
11 de Fevereiro às 18h30
 
Auditório Afonso de Barros, ISCTE - IUL
Av. das Forças Armadas, Lisboa

Intervenientes no painel:
 
 

Paula Escarameia

Professora de Direito Internacional no ISCSP-Universidade Técnica de Lisboa

e Membro da Comissao de Direito Internacional de ONU
 
José Manuel Pureza

Professor de Direito Internacional e Relações Internacionais na Universidade de Coimbra
 

António Cluny

Vice-Presidente da MEDEL (Associação Europeia de Magistrados pela Democracia e as Liberdades)
 

Alan Stoleroff
Professor de Sociologia no ISCTE-Instituto Universitário de Lisboa

 

Maria Eduarda Gonçalves

Professora de Direito no ISCTE-Instituto Universitário de Lisboa
 
Patrocínio:
Secção Autónoma de Direito - ISCTE-IUL
Comité Nacional de Apoio - Tribunal Russell para a Palestina

 

publicado por Ana Paula às 10:11


4 de Fevereiro - Portugal e a América Latina. Relações Ferroviárias


9 de Fevereiro às 19h  - ALEPH Um Ponto no Espaço.

Um Espaço de Encontros




ALEPH é um programa generalista dedicado à actualidade latino-americana com relatos de experiências e projectos de relevo no espaço luso-latino-americano, incluindo entrevistas a Embaixadores latino-americanos e a outros associados da CAL. Com uma gravação mensal na CAL, aberta ao público, no género talk-show, o programa é transmitido a cada 15 dias, aos domingos, entre as 10hs e as 11hs na Rádio CSB (105.4 MHz). Paulo Sérgio dos Santos é jornalista, ex-director de Programas da RCP (Rádio Clube Português) e actualmente apresentador do programa Autores na TVI24 e TVI.
 

 

22 de Fevereiro até 1 de Março - Exposição "Pintores Dominicanos"


Exposição colectiva de pintores dominicanos por “La Ruta del Caribe”, incluindo obras de Clarito Chávez e Alberto Bass, director do Museu de Arte Moderna de Santo Domingo e o primeiro a realizar foto-realismo no país. Esta exposição surge com a comemoração do 166º aniversário da Independência da República Dominicana.


23 de Fevereiro às 18:30 - Clube de Leitura das Américas




Este mês o Clube lê Somos o Esquecimento que Seremos, de Héctor Abad Faciolince. A obra é a reconstrução amorosa e paciente de uma personagem: a do médico Héctor Abad Gómez que dedicou a sua vida – até ao dia em que foi assassinado em pleno centro de Medellín – à defesa da igualdade social e dos direitos humanos. É um livro cheio de sorrisos que canta o prazer de viver, mas também mostra a tristeza e a raiva causadas pela morte de um ser excepcional.


É necessário Inscrição (gratuita): 21 395 53 09 ou E-Mail: reservas@c-americalatina.pt


26 de Fevereiro às 19h - Quarteto de Sopros




A Casa da América Latina associa-se à Metropolitana num ciclo de música de câmara que combina música erudita europeia e latino-americana. Esta sessão terá um quarteto de sopros composto por Bryony Middleton no oboé, Jêrome Arnouf na trompa, Jorge Camacho no clarinete, e Bertrand Raoulx no fagote, que tocarão obras de Villa Lobos e Mignone.


Veja aqui toda a programação de Fevereiro.


Informação retirada do site da Casa da América Latina.

publicado por Ana Paula às 02:00

Domingo, 07 de Fevereiro de 2010

publicado por Ana Paula às 10:49
Categorias: ,

Quarta-feira, 03 de Fevereiro de 2010

 

Informação retirada do do site da Bertrand.

publicado por Ana Paula às 02:38
Categorias: , ,

Terça-feira, 02 de Fevereiro de 2010

Terça 2/2 - 22.00 Bartô
Noites de tertúlia  - onde o fado acontece
Fadista Convidada: Sara Correia
Às Terças no Bartô, Ricardo Rocha (guitarra), Marco Oliveira (viola) e João Penedo (contrabaixo) dão expressão à mais nobre e popular forma de música portuguesa: o Fado.


Quarta 3/2 - 22.00 Bartô
Outras Quartas: Tertúlia Musical - À guitarra com Fernando Tordo
"Por este andar" é o título do próximo disco de Fernando Tordo.
E vai andar por este país todo, que Portugal não é só Lisboa e Porto.
Da "Tourada" ao "Diz o Obama". Do "Cavalo à solta" às "Vozes Amigas", do "Adeus Tristeza" à "Joaninha voa, voa", uma vida inteira para partilhar.
Por este andar!


Quinta 4/2 - 22.00 Bartô
Músicas do Outro Mundo: Cant'arte
Conjunto musical com um repertório composto essencialmente por temas adaptados da música portuguesa e, também, alguns temas de música brasileira, principalmente do estilo bossa nova. Os Cant'arte procuram cruzar diversas correntes da música cantada em português, recuperando temas antigos e outros mais recentes, adaptando-os ao estilo particular da banda.
Composição: Daniela Quaresma - Voz, Rui Florêncio - Guitarra
Carlos Costa - Baixo


Sexta 5/2 - 22.00 Bartô
Jazz no Tanque: Teresa Macedo
Com um reportório variado, ainda que movimentando-se maioritariamente num universo jazzístico, este trio interpreta temas jazz, blues e, porque não, alguns temas de pop, unificando os vários estilos numa só expressão: musicalidade num ambiente intimista. Na bagagem trazem Charles Mingus, com alguns standards clássicos como "Every time we say goodbye" ou "Cry me a river" e não esquecem grandes nomes da música brasileira como Chico Buarque ou Maria Rita.
Composição: Teresa Macedo - Voz, Nuno Tavares - Piano,
Martim Torres - Contrabaixo


Sábado 6/2 - 23.00 Bartô
Dj Sessions - PRESS PARTY: Patrícia Brito
Jornalista e viajante, Patrícia Brito regressou recentemente de uma volta ao mundo com a mochila às costas, mas gosta de dizer que foi o mundo que lhe deu a volta a ela. Como boa DJ das horas vagas, foi recolhendo ritmos e sons ao longo da viagem e é com eles que pretende agora dar música aos amig@s, fãs e admirador@s secret@s.


Domingo 7/2 - 22.00 Bartô
Sonhar o Mundo: África aos Domingos - TxiKiss
Simbiose multi-intercultural de sabores e cores, com várias influências e sonoridades acusticamente contagiantes, embarcando numa viagem do Índico Austral ao Atlântico Latino, dos cânticos negros das plantações aos folks dos gélidos mares do norte. Esta é uma viagem pelos cantos, danças e instrumentos do universo, do violão à Mbira, do violoncelo à percussão, da flauta tamborileiro à concertina, do saxofone a todos os outros que dão voz e intervenção a máxima libertação da alma!
NÃO PENSA! DANÇA


Terça 9/2 - 22.00 Bartô
Noites de tertúlia - onde o fado acontece
Fadista Convidada: Maria Amélia Proença
Às Terças no Bartô, Ricardo Rocha (guitarra), Marco Oliveira (viola) e João Penedo (contrabaixo) dão expressão à mais nobre e popular forma de música portuguesa: o Fado.


Quarta 10/2 - 22.00 Bartô
Outras Quartas: Elas por Ela - O regresso de uma estrela

Miss Belle Dominique
Eis que o Chapitô enche-se de plumas e de brilho para, com o maior prazer, apresentar o regresso de uma estrela: MISS BELLE DOMINIQUE....
Convosco e para animar a vossa digestão nas Outras Quartas, o Bartô do Chapitô ilumina o tanque. Um, dois, três e ei-la: - A ESTRONDOSA - A CAPITOSA - A JURÁSSICA - A VOLUMOSA... MISS BELLE DOMINIQUE Não perca o Charme da Má Língua desta Diva do CABARET.... No seu Show "ELAS POR ELA", MISS BELLE DOMINIQUE mostra toda a sua capacidade de comunicar com um público digno e humorado que é... VOCÊ! ....APAREÇAM....


Quinta 11/1 - 22.00 Bartô
Sonhar o Mundo: África aos Domingos - Três Guitarras PALOP
Neste dia, vamos recordar músicas de Angola e Moçambique. Dos temas mais clássicos aos mais populares, faremos uma viagem do Indico ao Atlântico, mas por terra, por picadas, pelas matas, pelos rios, pelos cheiros, quase de volta à nossa rica infância.
Apareça e viaje, não precisa de visa ou passaporte.

Composição: Paulo Soares - Voz e Guitarra
Carlos Sanches - Voz e Guitarra
Mingo Rangel - Voz e Guitarra


Segunda 15/2 - 23.00 Bartô
Especial Carnaval com... Rectro_Activos
No Carnaval ninguém leva a mal e o que importa mesmo é levar qualquer coisa! Preparem-se para mais uma grande festa de Retro_Activos.
Ponham mais máscaras ou tirem-nas todas, mas façam qualquer coisa. Sobretudo rumem ao Bartô do Chapitô. Serpentinas e confetis não são obrigatórios, mas muita energia e vontade de dançar sim!

O mote está dado...!!!!


Quarta 17/2 - 22.00 Bartô
Outras Quartas: Conversas de Tricot com... Michel

Temperamento: Pacifista / Artista - Perfume: O da terra (e do céu)
Crime: Invasão de Portugal em 1979, com um par de sapatos.
Visão: Na Televisão, no Cinema, no Teatro, no Vídeo, nas Árvores.
Temperatura: 37ºC nos pés, quanto mais sobem mais a memória tem tendência a explodir. Projectos em 2010: Viajar com as criações "Vinagre de Cidra e levedura de Cerveja" e "Cadernos de Viagens e Miragens". A solo ou com orquestra. Bartô do Chapitô: para contar "Uma História do sapateado em Portugal "
http://myspace.com/michellisboasapateado.org


Quinta 18/2 - 22.00 Bartô
Músicas do Outro Mundo: Milonga com Adam Vucetic
Dança de par, de forma musical binária e compasso de dois por quatro, no Chapitô - casa onde reina quem desconstrói - o Tango é tudo o que duas (ou mais) pessoas sonharem. Não se deixe pisar por outros ritmos. Suba a Costa do Castelo e, pelas mãos de Adam Vucetic, viaje até à Argentina.
www.pasiontango.net

 

Sexta 19/2 - 22.00 Bartô
Jazz no Tanque: Cláudia Franco e André Santos
Dois músicos da nova geração do panorama jazzístico português misturaram vários estilos musicais, dos standards de jazz aos cant´autores brasileiros a uma aproximação mais erudita, passando também por alguns temas rock\pop. Dando a sua identidade a temas dos seus compositores favoritos: Carlos Bica, Radiohead, António Carlos Jobim, KennyWheeler, Cole Porter, DukeEllington, Beatles, entre outros. Pelo meio, um convidado surpresa.

Composição: Cláudia Franco - Voz

André Santos - Guitarra

João Custódio - Contrabaixo


Sábado 20/2 - 23.00 Bartô
Dj Sessions - PRESS PARTY: João D'Espiney

As noites de D'Espiney são um Clube de Notáveis Jornalista que, no Tanque mais cosmopolita do Castelo, traz um set de boas notícias.


Domingo 21/2 - 22.00 Bartô
Sonhar o Mundo: África aos Domingos -Mwanamochuabo
É um projecto musical criado em Moçambique em 1999 por Celeste Cambaza (cantora) e Ivo Machel (guitarrista).  Com a mudança de Celeste Cambaza para Portugal, o projecto redefine-se prosseguindo com músicos locais.
Mantém-se o estilo musical de base com a World Fusion e influências do Free Jazz e de ritmos tradicionais do Sul da África, em especial de Moçambique.
www.myspace.com/mwanamochuabo


Terça 23/2 - 22.00 Bartô
Noites de tertúlia: onde o fado acontece
Fadista Convidado: José Manuel Barreto
Às Terças no Bartô, Ricardo Rocha (guitarra), Marco Oliveira (viola) e João Penedo (contrabaixo) dão expressão à mais nobre e popular forma de música portuguesa: o Fado.

 

Quarta 24/2 - 22.00 Bartô
Outras Quartas - ComVocações...: "Criar Alegria"

Debate promovido pela CIG:Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género "Todas as pessoas do Mundo sorriem no mesmo idioma"

Neste dia 24 de Fevereiro juntamo-nos para ouvir contar as histórias e as razões de quem leva o Riso e a Alegria a uns... a outros... a Todos!
Estão todos ComVocados! Participação especial: Miss Belle Dominique


Quinta 25/2 - 22.00 Bartô
Músicas do Outro Mundo: Anunamanta

Joana Ruival é portuguesa, Elena Marcigot é italiana e André Zambim é brasileiro. Os três juntaram-se na Argentina para viajarem à volta do mundo, levando sons que reflectem experiências culturais e musicais totalmente distintas. A proposta é partilhar momentos Anunamanta, que é como quem diz, "desde a alma". O repertório, além de alguns temas originais, junta diferentes tendências musicais que vão do tango ao fado, passando pelo folclore e pela pop/rock. Composição: Joana Ruival - Voz, guitarra e percussão; Elena Marcigot - Clarinete, saxofone tenor, percussão e voz; André Zambi - Guitarra e bandolim
www.myspace.com/anunamanta


Sexta 26/2 - 22.00 Bartô
Jazz no Tanque: Pat Silva

Nasceu na Alemanha e vive em Portugal, Pat Silva é uma das vozes europeias do jazz. Frequentou a Escola de Jazz Luis Villas-Boas (Hot Club de Portugal) em 2003 e, desde então, tomou o gosto pelo jazz. A cantora estudou com músicos premiados e de renome, como Sheila Jordan e Peter Eldrige, Fay Claasen, Dearmon Meader, Sara Serpa, Greg Osby entre outros.
Nos últimos anos, Pat Silva partilhou os palcos com um círculo crescente de colegas, incluindo Ana Paula Sousa, Miguel Martins, André Carvalho, Hugo Antunes, João Ornelas e muitos outros. De pequenas actuações a grandes festivais e eventos, Pat Silva entrega a voz para sedimentar o seu percurso no mundo artístico.


Sábado 27/2 - 23.00 Bartô
Dj Sessions - Dj Gui
Uma noite alta. Uma pista de dança repleta.

De volta. Com as suas escolhas.


Domingo 28/2 - 22.00 Bartô
Sonhar o Mundo: África aos Domingos - Rui Cruz

Rui Afonseca Sousa Cruz, de nome artístico "Rui Cruz", nasceu em 18 de Junho de 1975, na Cidade da Praia. Ao nível artístico, assume uma estética matriz nas raízes populares da música cabo-verdiana, inspirando-se no Tabanka, Funaná, Batuku, Morna, Coladeira, Bandera e Finaçon. Por estes dias, o seu nome aparece ligado a "N´bem di Fora", CD de Lura, e ao tema "Galanton". Este foi, aliás, um dos temas que marcaram o ano 2007 ao nível da World Music e que aparece na compilação de luxo, editada anualmente por Charlie Gillet. Rui Cruz conta já com cerca de 30 originais, dos quais 12 comporão o seu primeiro CD, um cruzam universal do crioulo de Cabo Verde.

Composição: Rui Cruz - Voz e guitarra, Joao Cabeleira - Guitarra
Renato - Viola Baixo, Nir Paris - Bateria.

www.rui-cruz.com

 

Chapitô

Costa do Castelo, 1/7
1149-079 Lisboa
Telefone:  218 855 550
 Fax: 218 861 463
www.chapito.org
chapitoblog.blogspot.com

publicado por Ana Paula às 13:04
Categorias: ,

Segunda-feira, 01 de Fevereiro de 2010

 

Chapitô

Costa do Castelo, 1/7
1149-079 Lisboa
Telefone:  218 855 550
 Fax: 218 861 463
www.chapito.org
chapitoblog.blogspot.com

publicado por Ana Paula às 10:49
Categorias: ,


publicado por Ana Paula às 09:31
Categorias: ,

Segunda-feira, 25 de Janeiro de 2010

 

Mais informação no site da Livraria Bulhosa.

publicado por Ana Paula às 13:55

Quarta-feira, 06 de Janeiro de 2010

 

Informação retirada do do site da Bertrand.

 

publicado por Ana Paula às 12:42
Categorias: , ,

Terça-feira, 05 de Janeiro de 2010

Quarta 6/1 - 22.00 Bartô
Outras Quartas
Selecção Chapitô
Esta noite escolhemos o set. Numa selecção musical feita pela casa, abrimos o ano com intimismo e bom gosto.

 

Quinta 7/1 - 22.00 Bartô
Músicas do Outro - Mundo Especial

Festa da Companhia do Chapitô
Sara Bandida

Sexta 8/1 - 22.00 Bartô
Press Party -
João D'Espiney
As noites de D'Espiney são um Clube de Notáveis Jornalista que,
no Tanque mais cosmopolita do Castelo, traz um set de boas
notícias.

 

Sábado 9/1 - 23.00 Bartô
Dj Sessions -
"Rectro_Activos"
Who let the dogs out?


O frio apertou, a terra tremeu, as festas passaram, o fim de ano arrasou-nos...mas é a primeira semana do ano e o melhor é mesmo começar já a abrir!!!! Retro_Activos voltam à carga e desta vez é mesmo para soltar todas a trelas. Por isso é dançar até ganir, serrar os dentes com toda a força, abanar a cauda, soltar o instinto canino e dar umas mordiscadas por aí! 80's, festa, diversão e cães de loiça mais do que garantidos.

 

Domingo 10/1- 22.00 Bartô
Sonhar o Mundo - África aos Domingos - Timana&Friends


Timana&Friends é um projecto musical liderado por Leopoldo Timana. O gosto pela música conduziu Leopoldo a experimentar, apreciar e deixar-se influenciar pelos diversos géneros musicais. Nos últimos 8 anos o Gospel e espirituais negros ditaram as influências e a ligação ao JAZZ e ao SOUL saiu reforçada. Timana&Friends é um retorno às origens onde, com amigos, interpretam-se alguns temas originais e resgatam-se outros, dando-lhes um cunho pessoal. A essência deste projecto passa por reviver o espírito das brincadeiras da noite à volta da fogueira em África, onde o improviso e a boa disposição são fundamentais.

 

Terça 12/1 - 22.00 Bartô
Noites de tertúlia - onde o fado acontece
Fadista Convidado: Mário Cabrita

Às Terças no Bartô, Ricardo Rocha (guitarra), Marco Oliveira
(viola) e João Penedo (contrabaixo) dão expressão à mais nobre
e popular forma de música portuguesa: o Fado.


Quarta 13/1 - 22.00 Bartô
Outras Quartas: Stand Up Comedy

Três comediantes, três pontos de vista, três estranhas maneiras
de se ver o mundo. Depois disto nunca mais vai olhar as coisas,
as pessoas e a vida da mesma forma. /Temos pena/.


Quinta 14/1 - 22.00 Bartô
Músicas do Outro Mundo - Green Echo


Os green echo libertam ideias e emoções com uma componente expressiva e comunicativa projectando para o público uma explosão de sensações, fazendo do som um ec(h)o do momento vivido. A sua música funde componentes electrónicas e acústicas num resultado espacial e natural ao mesmo tempo. Cada momento musical é único e resulta da fusão das percepções que cada elemento tem do mundo. Cria-se, assim, a matéria canalizadora para a reflexão, para a revolta... Procura-se o som da mudança.


Sexta 15/1 - 22.00 Bartô
Jazz no Tanque - Naughty Blues Trio

Voz, piano e contrabaixo juntam-se em trio articulando uma sonoridade quente e intimista sobre as ironias da vida. Histórias travessas, maledicências, azares... enfim! Blues para noites carregadas de humor e destino!


Sábado 16/1 - 23.00 Bartô
Dj Sessions - DJ Gui


Groove, Hip-hop, Disco, Funk, Rock & 2many Mash-Ups Fã dos 90's e de Mash-ups. Fundador da Radio-Escola. Colaborador Rádio Energia. Começou em festas da AE (90's). Iniciou-se profissionalmente a passar World-Music @ Bazaar-Porto (2003). Seguiu em festas particulares, temáticas, eventos, cocktails, bodas de família e afins... :) No Porto, anda por aqui: Bar/Club: Bazaar, Breyner85, Casa do Livro, Pitch Club, Forte S. João (V.Conde); Rest-bar: Guernica, Picaba (Ed. Transparente); Well Domus Fitness & Spa (aulas de Cycling). Em Lisboa é vê-lo por cá e por: Bar/Club: Alive, Esquina da Bica, Ngaru Beach Lounge; Pav. Portugal, Galeria Pente 10 Na noite de 16 traz "Discos Pedidos, Discos Perdidos"... O publico vai decidindo se toco mais Hip-hop ou Oldies, mais Funk ou Rock!!


Domingo 17/1 - 22.00 Bartô
Sonhar o Mundo - África aos Domingos - Calú Moreira

A voz cabo-verdiana que animou as noites do espaço B.Leza apresenta-se mais uma vez no Chapitô. Uma viagem pelas ilhas no estilo acústico e tradicional com Mornas, Coladeras, Funana e Batuque.


Terça 19/1 - 22.00 Bartô
Noites de tertúlia - onde o fado acontece

Fadista Convidada: Maria Amélia Proença
Às Terças no Bartô, Ricardo Rocha (guitarra), Marco Oliveira
(viola) e João Penedo (contrabaixo) dão expressão à mais nobre
e popular forma de música portuguesa: o Fado.

 

Quarta 20/1 - 22.00 Bartô
Outras Quartas - Conversas de Tricot com Eduarda Dionísio

Numa Casa de Grandes Galinhas nada melhor do que fazer Tricot. Teresa Ricou, a dona da casa, convida Eduarda Dionísio, escritora e pensadora portuguesa, para, juntas, tomarem o Tan- que numa conversa à volta da arte da escrita.

 

Quinta 21/1 - 22.00 Bartô
Músicas do Outro Mundo - Milonga com Adam Vucetic

Participação especial de Marta Martinez
Dança de par, de forma musical binária e compasso de dois por quatro, no Chapitô - casa onde reina quem desconstrói - o Tango é tudo o que duas (ou mais) pessoas sonharem. Não se deixe pisar por outros ritmos. Suba a Costa do Castelo e, pelas mãos de Adam Vucetic, viaje até à Argentina.
www.pasiontango.net

 

Sexta 22/1 - 22.00 Bartô
Jazz no Tanque - Ensembles da Universidade de Évora


O curso de Jazz na Universidade de Évora começou em Setembro 2008. Agora, já no 2º ano, estudantes de 3 ensembles deste curso apresentam um repertório musical que viaja por todos os géneros de jazz. Uma grande quantidade de solistas e improvisadores ilustres traz a promessa de uma singular noite de jazz. Numa Casa de Grandes Galinhas nada melhor do que fazer Tricot. Teresa Ricou, a dona da casa, convida Eduarda Dionísio, escritora e pensadora portuguesa, para, juntas, tomarem o Tanque numa conversa à volta da arte da escrita.

 

Sábado 23/1 - 23.00 Bartô
Dj Sessions - SoundSistahs


Caros passageiros, desapertem os cintos, levantem-se dos vossos acentos, vamos descolar para uma grande viagem com muito afrobeat, funk, soul, reggae, dancehall, kuduro... SoundSistahs, traçam a rota!
A partida será de Lisboa / Chapitô com escala em Benguela, Luanda, Lagos, Abidjan, Kingston, Bronx... Pela mão da vossa piloto LadyGBrown e a vossa comissária Ingrid Fortez
, sem destino pela poesia, música e boa energia: To feel, to fly, to enjoy ... and celebreat Life!! Obrigada por escolheram a nossa companhia!

 

Domingo 24/1 - 22.00 Bartô
Sonhar o Mundo - África aos Domingos - Like The Man Said


Residentes e oriundos da margem sul, Vale da Amoreira, recém vencedores no RRW Rock Rendez Worten na categoria Reggae, os Like The Man Said têm como estilo musical o reggae roots e o afro reggae, cultivando o reggae old school. Os idiomas falados são o português e inglês e as letras falam de amor, amizade, paz, consciência humana, passando sempre uma mensagem
positiva para aqueles que os ouvem. Neste momento, o grupo prepara o lançamento do 1º álbum de originais que terá como titulo "ONE" e que conta com a participação de nomes já bem conhecidos do panorama internacional
como: Lutan Fyah, One Love Family, Jonas Timilah e José Cabrita Raminhos. Foi gravado em Portugal e está a ser mixado e masterizado em Espanha com a Cannas (Indica Sound). Composição: Bruno Cardoso - Voz, Fábio Baiano - Percussão, Paulo - Guitarra ritmo, André Leal - Bateria, Pedro Pereira - Teclas, Luis Spencer - Solo guitarra, Jiné - Baixo

 

Terça 26/1 - 22.00 Bartô
Noites de tertúlia - onde o fado acontece

Fadista Convidado: José Manuel Barreto
Às Terças no Bartô, Ricardo Rocha (guitarra), Marco Oliveira (viola) e João Penedo (contrabaixo) dão expressão à mais nobre e popular forma de música portuguesa: o Fado.

 

Quarta 27/1 - 22.00 Bartô
Outras Quartas

ComVocações...: "A Arte como Meio de Inclusão Social"
Debate promovido pela CIG - Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género

 

Quinta 28/1 - 22.00 Bartô
Músicas do Outro Mundo - Dona Canô


Dona Canô significa união, união que nasce da ligação de uma voz brasileira e de um guitarrista luso. Uma ponte entre a alegria, com o ritmo sambado, e uma vontade introspectiva, a vontade do Fado. Porém, o projecto não se limita ao balanço da Bossa e à nostalgia do Fado, mas mergulha nas amplas experiências musicais do duo que visita a música Erudita e o Jazz, passando por sonoridades africanas, "Caprichos Árabes", e uma profundidade Soul. No Chapitô - Prémio de Beneficência Gulbenkian 2009 - iniciamos o ano a partilhar saberes e saberes-fazer com aqueles que, como nós, promovem, desenvolvem e intervêm na integração social e comunitária de crianças e jovens em situação de vulnerabilidade social, através da Arte! Em Janeiro, ComVocações vai contar com a presença de representantes da Cooperativa Espaço das Aguncheiras, do Instituto Português da Juventude, da Câmara Municipal de Vila Franca de Xira e da Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género. A intervenção artística será realizada pela Associação Sons da Lusofonia.

 

Sexta 29/1 - 22.00 Bartô
Jazz no Tanque - Jazz no Feminino: Maria Morbey

A lua como cenário inspira as mais insuspeitas surpresas, faz vibrar os corpos e abre caminho à música. O convite a uma viagem por terras do jazz.
Maria Morbey - Voz; José Soares - Guitarra; João Penedo - Contrabaixo

 

Sábado 30/1 - 23.00 Bartô
Dj Sessions - That's My Definition

Segunda sessão com: Chullage Mc, Lucky(boa onda) e Mr. Cheeks Djs.

 

Domingo 31/1 - 22.00 Bartô
Sonhar o Mundo - África aos Domingos - Bela Nafa


José Braima Galissá, nasceu na cidade de Gabú, Guiné Bissau, na década de 60. Foi compositor do Ballet Nacional da Guiné-Bissau e professor de Kora na Escola Nacional de Música José Carlos Schwarz durante 11 anos. Agora, o mestre Galissa formou o seu próprio grupo, BELA NAFA - que traduzido significa Benefício Comum -, trazendo a tradição mandinga a terras europeias com o objectivo de ligar o tradicional africano com o moderno europeu. O resultado desta mistura transporta-nos numa viagem à África Negra, passando pelos ritmos gumbé, afrobeat, kizomba, funk e reggae. Um bem-haja à World Music feita em Portugal, por portugueses.


Composição:
Galissá - Kora e Voz
Diogo Dias - Baixo
Miguel Soares - Guitarra
Diogo Andrade - Bateria

 

Chapitô

Costa do Castelo, 1/7
1149-079 Lisboa
Telefone:  218 855 550
 Fax: 218 861 463
www.chapito.org
chapitoblog.blogspot.com

publicado por Ana Paula às 12:53
Categorias: , ,

Quarta-feira, 16 de Dezembro de 2009

Terça 1/12 22.00 Bartô
Noites de tertúlia: onde o fado acontece
Fadista Convidada: Francisco Madureira
Às Terças no Bartô, Ricardo Rocha (guitarra), Marco Oliveira (viola) e João Penedo (contrabaixo) dão expressão à mais nobre e popular forma de música portuguesa: o Fado.

 

Quarta 2/12 22.00 Bartô
Outras Quartas: Myosotis Project

Isis Myosotis apresenta o seu novo projecto electrónico com reminescências do Jazz e nuances de Trip-Hop, Fusão, Drum´n Bass e Electro, 100% nacional. Um Live Act com performance vocal ao vivo, para dançar, sonhar e viajar. Conta também com a enigmática presença de DJ Paulo Roque.

 

Quinta 3/12 22.00 Bartô
Músicas do Outro Mundo: Patrícia Vasconcelos
Começou por ser directora de casting, mas a voz traiu-lhe e o talento corria-lhe nas veias. Então, iniciou-se no jazz e deixou-se levar. Foi aluna de Joana Rios, no Hot Club, e seguiu cantando, até mais nunca, pois neste ofício a voz nunca lhe trai.

 

Sexta 4/12 22.00 Bartô
Jazz no Tanque: Alípio C Neto DIGGIN' Trio
O saxofonista Alípio C Neto apresenta, neste trio, uma nova série de composições originais. DIGGIN' Trio é um grupo que se caracteriza pela constante exploração e renovação do espírito contrapontístico.
Composição: Alípio C Neto - Saxofones, Gil Gonçalves - Tuba

Mário Costa - Bateria & percussões
http://www.alipiocneto.comhttp://alipiocneto.blogspot.com

 

Sábado 5/12 23.00 Bartô
Dj Sessions: "That's my defination"
Homenagem a toda cultura hip hop, realce preponderante aos
clássicos musicais e suas influênçias... Com Lucky(boa onda) Mr. Cheeks , Djse Black Mastah Prodigo, Mcs

 

Domingo 6/12 22.00 Bartô
Sonhar o Mundo: África aos Domingos - Orquestra Sai-sai
Meio português e meio Woloff, o nome Orquestra Sai-Sai pode sempre ser traduzido por orquestra "malandra" e/ ou orquestra caracterizada por música usada para sair, tirar, exorcizar as cargas negativas acumuladas no dia-a-dia... O projecto resulta de um reencontro inesperado, nas ruas de Lisboa, entre dois músicos portugueses e um bailarino e músico senegalês.

 

 Terça 08 de Dezembro 22H Bartô
Noites de tertúlia onde o Fado acontece
Fadista Convidada: Mafalda Taborda
Às Terças no Bartô, Ricardo Rocha (guitarra), Marco Oliveira (viola) e João Penedo (contrabaixo) dão expressão à mais nobre e popular forma de música portuguesa: o Fado.


Quarta 09 de Dezembro 22H Bartô
Outras Quartas: ComVocações...: "Dia Mundial dos Direitos Humanos"
Debate promovido pela CIG - Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género Em Dezembro, em OUTRAS QUARTAS, vamos comemorar o Aniversário da Declaração Universal dos Direitos do Homem. ComVocações vai contar com a presença de representantes da SOS Racismo, do Instituto Nacional de Reabilitação, da Câmara Municipal do Montijo e da Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género. À meia-noite entraremos no Dia Mundial dos Direitos Humanos com o Coro da Associação ILGA Portugal.
...Estão todos ComVocados...


Quinta 10 de Dezembro 22H Bartô
Músicas do Outro Mundo - Milonga com Adam Vucetic
Participação especial de Daniel Schvetz


Sexta 11 de Dezembro 22H Bartô
Jazz no Tanque - Selma Uamusse Jazz Ensemble

 

 Sábado 12 de Dezembro 23H Bartô
DJ Sessions - João D'Espiney
Despertou para a vida com muitos solos de guitarra nas calças de ganga, muita bateria imaginária e teclados nas mesas de café...
Quando deu por isso tinha a casa cheia de cd's...
Hoje não consegue viver sem música e gosta de a partilhar...


Domingo 13 de Dezembro 22H Bartô
Sonhar o Mundo, África aos Domingos - Mr. Isaac
It doesn't matter what you've got but what you can do with what you've got.


Terça 15 de Dezembro 22H Bartô
Noites de tertúlia onde o Fado acontece - Marco Oliveira
Às Terças no Bartô, Ricardo Rocha (guitarra), Marco Oliveira (viola) e João Penedo (contrabaixo) dão expressão à mais nobre e popular forma de música portuguesa: o Fado.


Quarta 16 de Dezembro 22H Bartô
Outras Quartas: Plataformas de Empreendedorismo e sustentabilidade das ONGs em Portugal - Debate Promovido pelo Movimento Cívico e Intercultural Guents dy Rincon & Kryon


Só com pessoas com horizontes ilimitados, pensamento criativo e inovador na Gestão de Plataformas transversais entre ONGs será possível criar uma rede com mecanismos e instrumentos de mercado práticos e empreendedores para solucionar problemas Sociais de Plano Nacional e Internacional. O Movimento Cívico e Intercultural Guents Dy Rincon & Kryon convida as ONGs a apresentarem proposta para a discussão.

http://guentsdyrinconkryon.blogspot.com


Quinta 17 de Dezembro 22H Bartô
Músicas do Outro Mundo - Dong Zhen Chun
Se viajássemos 3000 anos atrás descobriríamos, na China, uma teoria musical que considerava a música como um poderoso meio para acalmar os desejos e purificar os pensamentos. Dong Zhen Chun começou a tocar Pipa, instrumento de 4 cordas tradicional da cultura asiática, quando tinha 10 anos de idade. Quando decidiu fazer as malas e aterrar em terras lusitanas colocou na bagagem o estilo romântico e suave da música tradicional chinesa. Juntou-se a voz de Jeans Pun e os movimentos de dança de Wan Li. Nós recebemo-los no Bartô em mais uma noite iluminada por Músicas do Outro Mundo.


Sexta 18 de Dezembro 22H Bartô
Jazz no Tanque - 3-BassHit
Projecto dirigido por Johannes Krieger, cujo repertório é constituído por temas da sua autoria, com arranjos para uma particular formação de trompete, clarinete baixo, tuba, baixo eléctrico e bateria. O nome 3-Bass-Hit faz referência a Miles Davis com o seu tema "2-Bass-Hit", mas também pelo facto de contar com três instrumentos que podem exercer a função de baixo: o clarinete baixo, a tuba e o baixo eléctrico.
Composição:
Johannes Krieger - trompete
Gonçalo Lopes - clarinete baixo
Gil Gonçalves - tuba
Ricardo Freitas - baixo eléctrico
João Lencastre - bateria

http://www.myspace.com/johanneskrieger


Sábado 19 de Dezembro 23H Bartô
DJ Sessions - SoundSistahs

SoundSistahs têm uma receita!
Duas manas melómanas juntam-se para prestar homenagem à música, aos poetas, às mulheres, às mães, aos filhos, aos amigos... e festejam tudo de bom que se colhe para condimentar a vida!!
A receita?? Deixamos espreitar alguns dos ingredientes, mas só no dia 18 de Dezembro revelamos a mistura.
"Main ingredients to this dish, goes like this here's the list"

- Selecta - Lady G Brown (www.myspace.com/ladygbrown),
- Voz - Ingrid Fortez (www.myspace.com/CabaCe),
mais 2, 3 e até mais vozes convidadas para dar alma a...
- 10 poemas e textos,
- nos pratos: afrobeat, funk, soul, reggae... para servir com alegria todos os nossos convidados.
Reservamos o teu lugar!?


Domingo 20 de Dezembro 22H Bartô
Sonhar o Mundo, África aos Domingos - Especial Natal
21H, naa Tenda, as vozes do Faith Gospel Choir e do Coro Publia Hortência. Às 23H, no Bartô, é o Natal em Casa numa Soul Gospel Makossa Party.
Sobre esta última, aqui ficam os ingredientes:
Alguém escreveu: "Afrobeat é uma combinação de música yorubá, jazz, highlife, funk e ritmos, fundido com percussão africana e estilos vocais, popularizado na África na década de 1970."

E nós rescrevemos: "Afrobeat combinação musical seleccionada por Dj Nelson Makossa; acompanhada por bailarina afro-contemporânea; fundida por percurssão afro-urbana e Gospel em pleno século 21!".


Terça 22 de Dezembro 22H Bartô
Noites de tertúlia onde o Fado acontece - Maria Amélia Proença
Às Terças no Bartô, Ricardo Rocha (guitarra), Marco Oliveira (viola) e João Penedo (contrabaixo) dão expressão à mais nobre e popular forma de música portuguesa: o Fado.

 

Quarta 23 de Dezembro 22H Bartô
Outras Quartas - Recital de Poesia: Jovens poetas vadios
Jovens Poetas Vadios é um movimento empenhado em despertar nos jovens a vontade de ler, escrever, ou simplesmente gostar de poesia.
Do programa dos Jovens Poetas Vadios consta a vontade de promover diversas sessões de poesia, em diversos locais.


Sábado 26 de Dezembro 23H Bartô
DJ Sessions - DJ Comoustache
Viagem à volta do Mundo em 4 horas


Domingo 27 de Dezembro 22H Bartô
Sonhar o Mundo, África aos Domingos - Tropical Roots
Não é fácil encontrar músicos com o mesmo gosto e paixão por esta "época" musical. Graças à evolução do projecto, Tropical Roots encontrou laços musicais nos estilos Funk, Jazz, Kilapanga, Reggae, Bolero, Cha-Cha-Chá e Afro-Funk.


Terça 29 de Dezembro 22H Bartô
Noites de tertúlia onde o Fado acontece -José Manuel Barreto
Às Terças no Bartô, Ricardo Rocha (guitarra), Marco Oliveira (viola) e João Penedo (contrabaixo) dão expressão à mais nobre e popular forma de música portuguesa: o Fado.

 

Quarta 30 de Dezembro 22H Bartô
Outras Quartas: Eduarda Dionísio
Eduarda Dionísio, escritora e pensadora portuguesa, toma o Tanque numa conversa à volta da escrita. Da Casa da Achada - Centro Mário Dionísio (2008), da qual actualmente é presidente, ao Bartô do Chapitô, esta corrente de escrita, leitura e reflexão mantém dinâmica e animada mais uma Outra Quarta.

 

 

Chapitô

Costa do Castelo, 1/7
1149-079 Lisboa
Telefone:  218 855 550
 Fax: 218 861 463
www.chapito.org
chapitoblog.blogspot.com

publicado por Ana Paula às 10:17
Categorias: ,

Sexta-feira, 11 de Dezembro de 2009

 

Inscrições até 16 de Dezembro

gcp.cies@iscte.pt ou 217 903 956 / 217 903 077

 

ISCTEAvenida das Forças Armadas - Entrecampos

publicado por Ana Paula às 00:57


Newsletter "Gratuito"

Colaboradores
Encontrar sugestão...
 
Março 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


Comentários Recentes
Olá, boa tarde. Vi a informação de sabados desport...
Muito Bom post! Sou um Verdadeiro fã de antiguidad...
Massa!
Obrigado, Clara
Vivo pertissimo de Sintra e não conhecia. Obrigado...
Parabéns pelo seu blog, muito interessante. Estou ...
Por favor, poste a data da nova festa pra gente po...
A SIMECQ-Cultura vem desejar um Feliz Natal e um N...
Como que e faço para ver tema da festa infa...
Adoro este Site e já o consulto à alguns dias a se...
Sugestões Anteriores
2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D